O vento forte que se faz sentir na zona do aeroporto da Madeira já obrigou ao cancelamento de quatro aviões e fez divergir outros seis para diversos destinos, informou fonte da estrutura aeroportuária.

De acordo com a mesma fonte, estão cancelados, neste momento, quatro voos: três da companhia aérea portuguesa TAP e um voo da companhia de baixo custo easyJet, sendo que a TAP já cancelou o voo programado para as 12h25 horas. Os voos da companhia área portuguesa eram provenientes do Porto e de Lisboa e o da easyJet do Porto.

Quantos aos voos divergidos são seis, que foram reencaminhados para Porto Santo, FuerteVentura (Ilhas Canárias), Lisboa e dois aviões da easyJet voltaram à origem, um de Gatwick e outro de Bristol, num dia em que estão previstos 43 movimentos. Apenas um voo conseguiu aterrar, aproveitando uma aberta, no caso um avião da Condor, proveniente de Hamburgo.

O vento tem estado a soprar forte na zona do aeroporto Cristiano Ronaldo, com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) a já ter registado uma rajada de 93 km/h na estação que mantém no local. O IPMA tem ativo um aviso amarelo até sexta-feira às 11h59 horas, para o vento forte do quadrante norte, com rajadas até 80 km/h, em especial nos extremos oeste e leste da ilha da Madeira.

A Capitania do Porto do Funchal também emitiu avisos para agitação marítima forte, má visibilidade e vento, recomendando aos “proprietários ou armadores das embarcações para que tomem as devidas precauções mantendo estas nos portos de abrigo e considerem a adoção de medidas suplementares tais como o reforço da amarração”. Recomenda ainda “à população que adote medidas de autoproteção na orla costeira em função do vento forte que se verifica”.