Os dirigentes da Commonwealth decidiram esta sexta-feira que o Príncipe Carlos suceda à mãe, a Rainha Isabel II, na liderança da organização, noticiou a imprensa britânica.

BBC, Sky News e outros ‘media’ britânicos noticiaram que os representantes dos 53 países-membros aprovaram, numa reunião à porta fechada realizada esta sexta-feira no Castelo de Windsor, o pedido feito na quinta-feira pela monarca britânica.

Num discurso proferido no Palácio de Buckingham, na quinta-feira, e diante de 46 líderes dos 53 países que integram a Commonwealth (organização que congrega Estados e territórios que integraram no passado o império colonial britânico, sendo Moçambique uma das exceções a esse critério de adesão), a monarca disse esperar que a instituição continue a proporcionar “estabilidade” às gerações futuras e que isso é um dos seus mais “sinceros desejos”.