Volkswagen

Está pronto para o super VW, com mais de 1.000 cv?

A Volkswagen construiu um superdesportivo para competir em Pikes Peak e vai apresentá-lo no domingo. Vai ter quatro rodas motrizes, mais de 1.000 cv, e um aspecto de protótipo das 24 Horas de Le Mans.

Autor
  • Observador

É já neste domingo que a Volkswagen vai apresentar o seu primeiro modelo 100% construído de raiz. Enquanto o e-Golf e o e-up!, ambos 100% eléctricos, derivam de veículos tradicionais, já conhecidos com motorizações alimentadas por combustíveis fósseis, este novo I.D. R Pikes Peak não só vai ser o primeiro elemento da gama eléctrica I.D., como nunca usufruiu – nem vai usufruir – de um motor térmico. Mas promete ser, de longe, o mais potente Volkswagen de sempre, e o mais rápido.

A apresentação pública do novo modelo vai ter lugar a 22 de Abril, às 15h00, numa cerimónia que será transmitida em live streaming. Espera-se que, nessa ocasião, sejam reveladas as características ainda desconhecidas – que são muitas – sobre o R Pikes Peak, que para já é um modelo exclusivamente de competição, mas nada impede que venha a ver a luz do dia como um superdesportivo, com emblema da Volkswagen ou de qualquer outra marca do grupo.

O que já se conhecem são as formas do I.D. de corrida, bem como o piloto que vai estar ao volante, o francês Romain Dumas, um especialista de Pikes Peak Hill Climb, uma prova de rampa e uma das mais antigas do mundo, extremamente popular entre os americanos. Além dos precipícios capazes de aterrorizar qualquer um e de um ‘interminável’ número de curvas, a competição é igualmente conhecida como a corrida às nuvens, isto porque se os concorrentes arrancam a 2.862 metros de altitude, cortam a meta quanto ultrapassam 4.302 metros. Nada mau, se nos recordarmos que a montanha portuguesa mais alta ronda os 2.000 metros de altitude.

Pesquisa de carros novos

Filtre por marca, modelo, preço, potência e muitas outras caraterísticas, para encontrar o seu carro novo perfeito.

Pesquisa de carros novosExperimentar agora
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Eutanásia

A morte não vencerá

Tiago Macieirinha

Sob a desculpa da compreensão pelos que sofrem, os projetos de lei que se apresentam no Parlamento significam antes a desistência em relação a eles. 

passeio aleatório

O meu vizinho Philip Roth /premium

Nuno Crato

Morreu um dos maiores romancistas das últimas décadas. A emigração portuguesa em Newark conhece bem o ambiente dos seus romances. Mas talvez o sentido de tolerância nos leve bem mais perto do escritor

Eutanásia

Eutanásia: porque não /premium

P. Gonçalo Portocarrero de Almada

Em todos os países em que se pratica a eutanásia, é origem e causa de irremediáveis abusos contra a vida e a dignidade humana.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)