Cuba

Novo Presidente cubano recebeu venezuelano Nicolás Maduro em Havana

Presidente da Venezuela foi recebido pelo seu homólogo cubano, no Palácio da Revolução, em Havana. Maduro foi o primeiro chefe de Estado a estar em Cuba depois da eleição de Miguel Díaz-Canel.

Alejandro Ernesto/EPA

Autor
  • Agência Lusa

O Presidente venezuelano, Nicolás Maduro, encontra-se em Havana, onde este sábado se reuniu com o novo Presidente cubano, Miguel Díaz-Canel, numa visita centrada em aprofundar as relações bilaterais entre os dois países e vários organismos da América Latina.

Nicolás Maduro, foi o primeiro Chefe de Estado a visitar a ilha de Cuba, depois de, no passado dia 19 de abril, Miguel Díaz-Canel ter sido eleito Presidente dos Conselhos de Estado e de Ministros de Cuba, sucedendo a Raul Castro.

O Presidente da Venezuela foi oficialmente recebido pelo seu homólogo cubano, no Palácio da Revolução, em Havana.

Pouco antes do encontro, Nicolás Maduro disse aos jornalistas que tanto Cuba como a Venezuela têm “todas as potencialidades” para continuar a cooperar em diversas matérias, em prol do desenvolvimento dos povos da América Latina e das Caraíbas.

Na noite de sexta-feira, Nicolás Maduro disse à televisão estatal venezuelana, à chegada a Cuba, que estavam “a trabalhar um conjunto de ideias para que os planos de integração tenham sentido concreto para os povos”.

Esses planos, como referiu, têm em vista “o desenvolvimento da educação, da ciência, da tecnologia e da cultura”.

“Os tempos são outros, é o nosso tempo. A nossa mensagem para o povo de Cuba é de irmandade e de certeza absoluta de que vamos continuar juntos”, disse Maduro, à chegada ao aeroporto José Marti de Cuba, onde foi recebido pelo ministro de Relações Exteriores de Cuba, Bruno Rodríguez.

Numa mensagem publicada na sua conta oficial no Twitter, Nicolás Maduro anunciou que ambos os governos vão trabalhar para fortalecer a Aliança Bolivariana Para os Povos da América (Alba), a Petrocaríbas, a Comunidade de Estados Latino-americanos e Caribenhos (Celac) e a União de Nações da América do Sul (Unasul).

Acompanham Nicolás Maduro, os ministros venezuelanos de Relações Exteriores, Jorge Arreaza, e o vice-presidente para o Desenvolvimento Social e ministro de Educação, Elías Jaua.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)