A rampa de Pikes Peak, também conhecida por Corrida às Nuvens por decorrer entre os 2.800 e os 4.300 metros de altitude, vai disputar-se no próximo dia 24 de Junho e assume-se como uma das competições mais apetecidas do mundo, que todos os fabricantes querem vencer. Há várias categorias de veículos e vários tipos de motorizações, mas há igualmente lugar para carros de série, que também querem chamar a si o estatuto do mais rápido, nessas condições, a escalar os 19,99 km e a descrever as 156 curvas do percurso, sem se deixar impressionar pelos infindáveis precipícios. Veja aqui o recorde absoluto, conquistado por Sébastian Loeb em 2013, num Peugeot:

[jwplatform a2juJm5a]

A Bentley, que já venceu as 24 Horas de Le Mans (2003) e que anima regularmente as corridas de GT, decidiu que até de série os seus modelos são extremamente eficazes e rápidos. E nada melhor do que uma vitória (e idealmente um recorde) para provar isso mesmo numa das corridas mais populares na América, um dos seus principais mercados.

Desta vez, a representar as cores da Bentley vai estar o Bentayga, quase igual ao que qualquer um pode adquirir num stand da marca. O motor continua a ser o W12 de 608 cv e 900 Nm de binário, força que lhe vai ser necessária para arrastar montanha acima o pesado veículo. Contudo, a Bentley forçou o Bentayga a uma verdadeira dieta digna de top model, cortando cerca de 300 kg aos 2.450 kg que o modelo anuncia de origem, com todos os luxos e requintes de malvadez lá dentro.

Bentley vai “passear” o luxo na corrida às nuvens

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A marca afirma que o carro vai subir equipado com arco de protecção de baquet de competição, mas com os pneus Pirelli que monta de série, bem como as barras estabilizadoras activas alimentadas pelo sistema eléctrico a 48 volts. E como só o escape pode ser alterado, para evitar que os espectadores se deixem dormir enquanto passam os carros mais silenciosos, o W12 passa a soprar através de uns escapes da Akrapovic, mais barulhentos, mas que também são mais leves do que os de origem.

Para conduzir o Bentayga W12 foi contratado Rhys Millen, que já venceu a prova duas vezes e já realizou a rampa com praticamente todo o tipo de carros, dos a gasolina aos eléctricos. O objectivo é bater 12 minutos 35,61 segundos, o actual recorde para SUV de produção, estabelecido em 2013 por um Range Rover Sport, equipado com um motor 5.0 V8 a gasolina que, à época, fornecia qualquer coisa como 550 cv e era 100 kg mais leve. Veja aqui o registo de 2013:

[jwplatform eA1FeMmO]