Óbidos

Óbidos inaugura Casa José Saramago no Dia Mundial do Livro

239

A Casa José Saramago, antes Galeria do Pelourinho, passa a ser "um espaço multifuncional e multicultural", com "uma biblioteca/sala de leitura, com toda a obra de Saramago em todas as línguas".

JO

A Galeria do Pelourinho, em Óbidos é, a partir desta segunda-feira, a Casa José Saramago, numa parceria entre a Fundação do Nobel da Literatura e a Óbidos Cidade Criativa da Literatura da UNESCO, que ali ficará sediada.

O espaço abre portas, simbolicamente, no Dia Mundial do Livro, marcando “o momento de viragem” de Óbidos como Cidade Criativa da Literatura da UNESCO que, com esta iniciativa, assume a vila com “um lugar de expressão da literatura e da cultura”, disse à agência Lusa Celeste Afonso, diretora executiva de Óbidos Cidade Criativa.

“Temos em Portugal uma vila literária e um prémio Nobel da Literatura, e fazia todo o sentido juntar princípios e estratégias da Fundação José Saramago e de Óbidos Vila Literária num espaço conjunto que será uma casa de todos os escritores e leitores”, afirmou a mesma responsável.

A Casa José Saramago passa a ser, segundo Celeste Afonso, “um espaço multifuncional e multicultural”, com uma programação própria, integrando ações promovidas pela Fundação José Saramago e outras da Óbidos Vila Literária.

Por ali vão passar “exposições, lançamentos de livros, filmes, espetáculos, workshops”, quer integrados na programação dos festivais literários Folio e Latitudes, quer “ao longo de todo o ano”, concretizando o objetivo deste espaço como “mostra do que se faz em termos literários em Portugal”, explicou Celeste Afonso.

O espaço “multifuncional e multicultural” vai contar com “uma biblioteca/sala de leitura, com toda a obra de Saramago em todas as línguas, e outros livros de outros autores”, revelou.

Dotada de um auditório, uma galeria e de um espaço sede da Cidade Criativa da Literatura, a Casa José Saramago obrigou a algumas obras de adaptação da até aqui Galeria do Pelourinho, num investimento de “dez mil euros, suportados pela Câmara de Óbidos”, parceira do projeto.

Esta segunda-feira será assinado o protocolo entre as três entidades — Fundação José Saramago, Câmara de Óbidos e Óbidos Vila Literária — , numa cerimónia que conta com Pilar Del Rio, presidente da Fundação Saramago, e com o ministro da Cultura, Luís Filipe de Castro Mendes, que assinala assim o Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor. A Programação do espaço será divulgada em maio, com todas as iniciativas previstas até dezembro.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Filosofia

Democracia e formas simbólicas /premium

Paulo Tunhas

O estudo da história do pensamento político recorda-nos o retorno maciço do pensamento mítico com o nazismo, alertando para o perigo de uma única forma simbólica se apoderar de todas as restantes.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

Detalhes da assinatura

Acesso ilimitado a todos os artigos do Observador, na Web e nas Apps, até três dispositivos.

E tenha acesso a

  • Assinatura - Aceda aos dados da sua assinatura
  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Inicie a sessão

Ou registe-se

Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)