A Repsol anunciou esta segunda-feira que vai investir cerca de 60 milhões de euros no complexo industrial de Sines, um investimento que tem como objetivo melhorias ao nível da eficiência energética, inovação tecnológica, inspeção e manutenção.

Os trabalhos serão desenvolvidos durante uma paragem planeada, que decorrerá entre maio e junho em todas as fábricas do complexo, com um trabalho previsto de mais de 500 mil horas, com a colaboração de 1.500 pessoas e de 55 empresas auxiliares, avança a Repsol em comunicado.

A empresa sublinha que “a segurança de todos os trabalhadores, quer próprios, quer dos prestadores de serviços, é uma prioridade absoluta para a Repsol e, por isso, serão realizadas mais de 20 mil horas de formação”.

Além disso, haverá uma equipa de coordenação de segurança e ambiente, constituída por 70 pessoas de diferentes áreas do complexo, bem como pelos responsáveis da área de Segurança e Ambiente das empresas prestadoras de serviço.