Esqueça as grandes limusinas ou os SUV mastodônticos. Se quer um carro blindado, mas ao mesmo tempo prefere passar despercebido, o melhor mesmo é não dar nas vistas optando por um veículo mais discreto. Se é essa a sua vontade, saiba que a luxemburguesa Art & Revs vende-lhe um Peugeot 205 GTI blindado, de 1990, por 37.500€.

Se acha o valor elevado, para uma viatura com 28 anos no chassi, saiba que este está longe de ser um 205 GTI comum. Desde logo, porque o carro que lhes mostramos nestas fotos foi adquirido por um dos homens mais ricos do mundo: Bernard Arnault, chairman e CEO da LVMH, que é como quem diz Moet Hennessy Louis Vuitton – a holding francesa que agrupa cerca de 70 marcas de artigos de luxo.

Bernard Arnault

Com uma fortuna avaliada em 76 mil milhões de dólares (Forbes), Bernard Arnault entendeu que luxo seria poder deslocar-se sem motorista, num veículo de aparência banal. Em 1990, o multimilionário decidiu-se por um 205 GTI de 1,9 litros, e entregou o Peugeot à Labbé, empresa especializada em blindagem. Para tal, o automóvel foi completamente desmontado, tendo a sua estrutura sido reforçada com painéis de chapa grossa. Os 525 kg adicionais que o modelo passou a acusar sobre a balança (1.400 kg em vez dos 875 de um 205 GTI standard) obrigaram ainda a que o sistema de travagem e a suspensão fossem reforçados.

Por outro lado, para oferecer um nível de qualidade superior, o Peugeot em causa recebeu igualmente direcção hidráulica e ar condicionado, estando o interior revestido a pele. O que leva a Art & Revs a sublinhar que “nenhum outro Peugeot combina estas soluções” com uma “qualidade de construção absolutamente incrível” e a vantagem de serem “poucos” os que notam estar perante um veículo modificado.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Depois de se fazer deslocar anonimamente durante anos neste 205 GTI, Arnault “arrumou-o” na sua colecção e só o vendeu a um coleccionador em 2009. Sucede que o carro, que marca apenas 14.700 km, continua registado no nome de Bernard, avança a Art & Revs, acrescentando que o Peugeot foi recentemente revisto e funciona na perfeição.