André Gomes esteve esta quinta-feira reunido com responsáveis desportivos do Barcelona e ficou decidido que o médio vai abandonar o clube no final desta época. A notícia foi avançada pelo jornal desportivo Sport que deu ainda conta que o Barcelona prefere transferir o português a deixá-lo sair por empréstimo com opção de compra.

Neste momento, segundo o jornal, o objetivo é encontrar uma saída que satisfaça as duas partes, mas ficou já fechado que no final da temporada a sua saída do clube catalão será oficializada. André Gomes chegou ao Camp Nou, no verão de 2016, por 35 milhões de euros, depois de duas temporadas no Valência. O jornal adiante que a liga inglesa poderá ser o destino mais provável do jogador.

A pressão sobre si, o inferno em campo, o evitar sair de casa. A confissão de André Gomes, na primeira pessoa

O percurso do médio no clube não foi, no entanto, bem sucedido. Muito contestado pelo adeptos, o jogador português chegou mesmo a dar uma entrevista há cerca de um mês, à revista Panenka, onde confessava a sua insatisfação: “Não me sinto bem em campo, não estou a desfrutar. Os primeiros seis meses correram bem, mas depois as coisas mudaram. Talvez a palavra não seja a mais correta, mas tornou-se um pouco num inferno, porque comecei a ter mais pressão. Convivo bem com a pressão, não convivo bem é com a pressão em mim mesmo”.

A confissão de André Gomes teve resposta dos adeptos do barça logo no jogo seguinte, contra o Chelsea nos oitavos de final da Liga dos Campeões. Quando o jogador foi chamado do banco para substituir Busquets, ouviu uma ovação dos adeptos que estavam no estádio, alguns gritaram mesmo o seu nome em solidariedade com o mau momento que estava a passar.

https://www.youtube.com/watch?v=hWtofZPKH9c