O ex-piloto francês Alain Prost, tetracampeão mundial de Fórmula 1, vai abandonar a Renault e.Dams, que disputa o Mundial de Fórmula E, para se dedicar em pleno à escuderia Renault que disputa a categoria rainha do desporto automóvel.

“A Renault tomou a decisão de apostar na Fórmula 1 e era lógico que eu acompanhasse essa decisão. Seria muito difícil, até fisicamente, manter-me ativo na FE e na F1 em simultâneo”, explicou Prost, em entrevista publicada esta sexta-feira no diário desportivo l’Equipe.

O ex-piloto vai continuar ligado à Fórmula E, em cujo Mundial participa o piloto português António Félix da Costa, mantendo-se como copresidente do novo comité estratégico, até porque não quer deixar de “refletir sobre o futuro da categoria”.