Três palestinianos morreram e mais de 600 ficaram feridos esta sexta-feira após confrontos com as forças israelitas durante um protesto palestiniano junto à fronteira da Faixa de Gaza, anunciou esta sexta-feira o governo israelita.

Um dos três mortos foi atingido com um tiro na cabeça. Outro morreu também após ser atingido por tiros das forças israelitas.

Segundo o governo israelita, os confrontos aconteceram quando centenas de palestinianos terão tentado passar a fronteira. Para além dos três mortos, pelo menos 611 pessoas ficaram feridas.

Os palestinianos marchavam em defesa do direito de regresso às suas casas e terras no período anterior a 1948. Os protestos duram há um mês e acontecem sempre na zona separada por vedação.

Há ainda dois feridos em estado crítico, cinco em estado muito grave. Em incidentes separados, oito médicos e três jornalistas também ficaram feridos.