O treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, admitiu que na reta final do campeonato de futebol “é obrigatório” vencer todos os jogos, mas também garantiu que as “atenções estão todas voltadas para o Marítimo”.

O técnico dos ‘dragões’ quer ainda afastar-se das polémicas que têm surgido na comunicação social, nomeadamente a denúncia anónima dando conta de uma alegada compensação financeira ao guarda-redes insular Amir para facilitar uma vitória dos portistas.

“Para alguns órgãos de comunicação social, pode ser algo apetecível, por estratégia ou não. O único guarda-redes do Marítimo que temos é o José Sá. Mas comprámos e está pago. Temos de nos focar no nosso trabalho e a nossa estratégia é que é importante. Estamos muito focados para dentro”, garantiu Sérgio Conceição.

O técnico foi novamente questionado sobre o assunto e foi claro: “Estas situações são como a história ‘O Pedro e o Lobo’. Já ninguém acredita. Mas não quero falar muito sobre isso. Depois posso dizer alguma coisa que amanhã (domingo) dê grandes títulos. Quero que na comunicação social saia que o FC Porto se preocupa com o jogo com o Marítimo”

Relativamente ao encontro, da 32.ª jornada da I Liga, o treinador garantiu que a equipa vai encará-lo como todos os outros e com o único pensamento na vitória.

“Vamos prepará-lo da melhor forma para chegar a esta reta final e estarmos bem e podermos ganhar. Vamos apanhar uma equipa difícil, que principalmente em casa complica muito a vida aos adversários. Temos de estar preparados para essas dificuldades e para saber ultrapassá-las”, frisou ainda.

Sobre o que é preciso fazer para conseguir vencer no reduto do Marítimo, algo que não acontece desde 2012, Sérgio Conceição defendeu que o necessário é manter a postura apresentada ao longo da época.

“Temos que ser o que fomos ao longo da época. Uma equipa coesa, forte, com dinâmica forte em termos ofensivos. Temos que manter a humildade e saber o que fazer quando não temos bola. Temos que trabalhar naquilo que têm sido os nossos princípios. Vão estar em causa três pontos e vamos querer ganhar porque se aproxima o fim do campeonato e que porque estes três pontos são importantes para alcançar o nosso objetivo final”, explicou.

Sérgio Conceição salientou ainda que “os três jogos até ao final são importantes e decisivos”, mas voltou a dizer que a equipa, neste momento, está apenas focada no próximo, na Madeira.

“Os jogos são todos decisivos e importantes até ao final. Queremos fazer os nove pontos que faltam e queremos muito ganhar já este próximo jogo. Sabemos das dificuldades deste jogo, que são diferentes do seguinte. Não se podem jogar dois ou três jogos ao mesmo tempo. Jogamos um jogo e esse é o da Madeira. Estamos tranquilos em relação ao que devemos e podemos fazer. Temos que estar preparados para um jogo de dificuldade máxima, mas não temos que fazer disto um ‘bicho papão'”, disse ainda.

O FC Porto, líder do campeonato, parte hoje para a Madeira, onde domingo defronta o Marítimo, sexto classificado, numa partida relativa à 32.ª jornada da I Liga de futebol profissional.