Portugal ficou-se pelos oitavos de final, em masculinos, no Campeonato do Mundo de ténis de mesa, ao ser hoje derrotado por 3-2 pela Áustria, seleção que nos últimos anos tem sido adversário difícil para os lusos.

Em Halmstad, Suécia, os portugueses começaram melhor e chegaram aos 2-0, permitindo depois a reviravolta dos austríacos, com Robert Gardos a impôr-se a Marcos Freitas na ‘negra’, impedindo que os lusos avançassem para o embate contra a China, nos ‘quartos’.

Tiago Apolónia abriu a partida com 3-1 sobre Robert Gardos, o mesmo resultado com que Marcos Freitas superou Stefan Fegerl.

Depois, no embate entre os ‘terceiros jogadores’, João Monteiro cedeu por 3-0 ante Daniel Habeshon, relançando assim a eliminatória.

De seguida, Stefen Fegerl ganhou por 3-0 a Tiago Apolónia e, no decisivo jogo, Gardos superou Freitas, por 3-1, o que deixa Portugal fora do grupo das oito primeiras seleções mundiais.

A Áustria, campeã europeia de 2015, já este ano tinha vencido a Portugal, na fase de qualificação para o Europeu de 2019.

Em femininos, Portugal está na terceira divisão Mundial e hoje foi dispensado de jogar, qualificando-se diretamente para os quartos de final. Na sexta-feira, jogará contra a Bósnia-Herzegovina, que eliminou a Guatemala.