A grande final do Festival Eurovisão da Canção está marcada para 12 de maio, sábado, com transmissão em direto na RTP e um universo estimado de 200 milhões de espectadores em todo o mundo. Em Lisboa, na Altice Arena (o antigo Pavilhão Atlântico da Expo 98) vão estar quase 12 mil pessoas. O Observador pediu à organização os números do certame. Eis o resultado:

É este o aspeto do palco principal da Eurovisão. A imagem foi captada durante os ensaios desta sexta-feira

Os espectadores

Lisboa vai receber a 63ª edição do festival musical. A maior final da história da Eurovisão aconteceu em 2001, no Parken Stadium de Copenhaga, na Dinamarca, e teve uma audiência de 38 mil pessoas.

Este ano, foram emitidas cerca de duas mil acreditações para jornalistas e fãs. As delegações oficiais vêm de 43 países, num total de mil pessoas.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Foram vendidos bilhetes em 88 países. A primeira vaga de bilhetes para a final foi posta à venda a 30 de novembro do ano passado e esgotou em menos de uma hora.

A equipa de produção é de quase 900 pessoas, 72% das quais portuguesas. Há cerca de 400 voluntários envolvidos na produção do espetáculo.

A Altice Arena receberá nove espetáculos abertos ao público, mas só três terão transmissão televisiva (em direto). O primeiro, o “jury show” (no qual jurados de cada país assistem pela primeira vez ao desfile das canções a concurso), terá lugar na próxima segunda-feira, dia 7 de maio, às 20h. Na terça, 9 de maio, às 14h, antes da primeira semifinal, acontecerá o “family show”, que será igual ao espetáculo televisivo, mas sem votações, e pensado para as famílias.

Cada “show” terá 11.500 espectadores, num total de cerca de 100 mil pessoas. Entre jornalistas e fãs, a organização estimam que passem por Lisboa cerca de 70 mil pessoas.

O que não vai poder levar para a Eurovisão, de álcool a selfie sticks, power banks e mensagens políticas

Existem 42 objetos que não podem ser levados para dentro da Altice Arena, de acordo com uma lista divulgada pela organização. Fita-cola, algemas, bolas de golfe, escadotes e seringas são alguns dos itens proibidos.

A transmissão, as apresentadoras e os euros da Câmara Municipal

A RTP vai transmitir três espetáculos: duas semifinais (dias 8 e 10 de maio) e a final (dia 12 de maio). Estas são apresentadas por Catarina Furtado, Sílvia Alberto, Filomena Cautela e Daniela Ruah e são comentadas por mais de 40 pessoas.

A transmissão televisiva envolve 225 pessoas. Os espetáculos serão filmados por 30 câmaras, operadas por 60 técnicos. São 11 quilómetros de cabos.

São esperados 200 milhões de telespectadores em todo o mundo.

As ligações à Internet durante a transmissão dos espetáculos serão asseguradas por cabos temporários de fibra ótica com velocidade média de oito mil megabits por segundo. São quase cinco toneladas de tecnologia.

A Câmara Municipal de Lisboa prevê gastar 5 milhões de euros com a Eurovisão, o que representa um terço dos custos da organização. Dos 5 milhões, serão transferidos 2,8 milhões para a RTP.

O palco, os concorrentes e as canções

A primeira semifinal terá 19 concorrentes, dos quais dez passarão à final. A segunda semifinal terá 18 concorrentes e também dez vencedores. Na final, estarão 26 temas. Além de Portugal, o país anfitrião, existem outros cinco países que têm passagem direta assegurada: França, Alemanha, Itália, Espanha e Reino Unido, os chamados “Big Five”, que maior contributo financeiro dão para a União Europeia de Radiodifusão, a organizadora da Eurovisão.

Veja quando é que atuam os 37 concorrentes do Festival da Eurovisão

Desde a primeira edição da Eurovisão, em 1956, passaram mais de 1.500 canções pelo festival, o que corresponde a 72 horas ininterruptas de música.

O palco principal tem 460 metros quadrados. Existe ainda um palco secundário, mais pequeno, com 220 metros quadrados. O chamado “Green Room”, o espaço onde os artistas aguardam os resultados, tem 480 metros quadrados.

A iluminação dos espetáculos será feita com 2.632 luzes, operadas por seis pessoas. Estas demoraram 24 dias a serem pré-programadas. Haveria ainda 239 altifalantes e 232 microfones.

Para transportar o material necessário para montar a infraestrutura do festival, foram necessários 250 camiões. Foram 20 dias de montagem.

O vencedor da final terá direito a uma salva de 50 quilos de confetti.