Vídeo. A Nova Zelândia está farta de ser excluída dos mapas mundiais

Uma campanha publicitária protagonizada pela primeira-ministra da Nova Zelândia reflete com humor sobre uma problemática real: porque é que este país é continuamente esquecido dos mapas?

Saturados de ver o país de origem ausente de vários mapas mundiais, a primeira-ministra da Nova Zelândia Jacinda Ardern juntou-se ao comediante Rhys Darby para criar uma campanha publicitária que, entretanto, ganhou contornos virais. No vídeo com quase três minutos de duração é possível ver Darby a ligar à sua governante a propósito “da próxima grande conspiração”, que corresponde precisamente ao facto de a Nova Zelândia ser frequentemente eliminada dos mapas.

O vídeo foi partilhado nas redes sociais de Jacinda Ardern na passada terça-feira e já foi visto milhares de vezes. “Admita. Também já reparou na ausência da Nova Zelândia de mapas mundiais”, escreve a primeira-ministra na respetiva página de Facebook. Apesar do tom humorístico da campanha publicitária, a verdade é que o vídeo reflete um problema real e nem por isso recente.

Em novembro do ano passado, o britânico The Telegraph escrevia precisamente sobre isso: o destino que chegou a ser votado pelos leitores daquela publicação como o “melhor país no planeta” durante anos seguidos e que é maior do que o Reino Unido — para não falar da eterna associação das suas paisagens à trilogia de Tolkien — já foi esquecido de mapas exibidos em episódios dos “Simpsons”, mas também de mapas do Museu Nacional de História Natural Smithsonian e do Museu de Arte Contemporânea de Xangai. Existe até um site chamado “Mapas Mundiais sem a Nova Zelândia”, onde se encontram vários exemplos.

Recomendamos

Populares

Últimas

A página está a demorar muito tempo.