Pelo menos oito militares das forças leais ao Presidente sírio, Bashar Al Assad, morreram hoje num atentado contra um autocarro das tropas no sul do país, anunciou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos.

De acordo com esta Organização Não Governamental (ONG), que considerou que a explosão deve ter resultado de um artefato explosivo, o ataque teve lugar na estrada que ligas as povoações de Al Sura e Baraq, nos arredores da cidade de Sueida, capital de uma província no sul da Síria.

Entre os mortos estavam dois oficiais, disse o OSDH, que precisou que alguns cadáveres estavam carbonizados.

As forças leais ao presidente da Síria controlam cerca de 60% do território do país, e enfrentam milícias rebeles e as fações islâmicas, que combatem Al Assad, o Presidente que mantém em seu poder cerca de 6% do território sírio.