Alex Ferguson, antigo treinador do Manchester United, tem um “prognóstico favorável” mas ainda inspira cuidados, na sequência da hemorragia cerebral que sofreu no fim de semana. Segundo o britânico The Sun, Ferguson saiu do coma e trocou algumas palavras com a família.

O ex-treinador, de 76 anos, desmaiou em casa no sábado devido a uma hemorragia cerebral e foi operado de emergência, em coma induzido. As fontes que falaram com o The Sun, amigos de Ferguson, garantem que o ex-treinador, que está no hospital Salford Royal, conseguiu “colocar-se em posição sentada e perguntou pelos seus resultados”.

Treinador Alex Ferguson operado de urgência

As informações avançadas pelos tabloides, que não foram confirmadas pela família nem pelo Manchester United, são de que “o prognóstico é favorável e os seus amigos mais próximos, no mundo do futebol, estão a ser mantidos a par da evolução”. As próximas semanas serão decisivas para a recuperação do ex-treinador, bem como para as sequelas que pode vir a ter para o resto da vida, explicaram neuro-cirurgiões britânicos citados pela imprensa britânica.