Se existe modalidade extra futebol onde a rivalidade entre Sporting e Benfica está bem acesa é no futsal. E os dados históricos desde 2001, altura em que os encarnados investiram a sério na modalidade, explicam isso mesmo: ao todo, entre Campeonato, Taça de Portugal, Taça da Liga, Supertaça e Taça de Honra (nunca se cruzaram nas provas europeias, até porque só na presente temporada começaram a apurar-se duas equipas por país para a UEFA Futsal Cup), defrontaram-se 89 vezes. A 90.ª será este sábado (14h30), a contar para a meia-final da Taça de Portugal.

As contas totais do dérbi entre velhos rivais na quadra mostra bem o equilíbrio registado na última década e meia: em 89 encontros, os leões venceram 36 vezes, apenas mais cinco do que as águias (houve ainda mais 22 empates). Nos golos marcados e sofridos, a diferença para os verde e brancos é ainda menor – 258 para o Sporting, 252 para o Benfica. E nos duelos a contar para a Taça de Portugal existe igualdade: seis triunfos para cada lado.

2001/02: Sporting, 5-5, 3-1 g.p. (Quartos de final, Alvalade)
2003/04: Sporting, 4-1 (3.ª eliminatória, Pavilhão Atlântico)
2005/06: Sporting, 9-5 (Final, Coimbra)
2006/07: Benfica, 5-0 (Meia-final, Vila Nova de Gaia)
2007/08: Sporting, 2-0 (2.ª eliminatória, Luz)
2008/09: Benfica, 6-4 (2.ª eliminatória, Odivelas)
2009/10: Benfica, 4-1 (Quartos de final, Luz)
2010/11: Sporting, 3-2 a.p. (Final, Oliveira de Azeméis)
2011/12: Benfica, 3-1 (Quartos de final, Luz)
2014/15: Benfica, 2-1 (Meia-final, Sines)
2015/16: Sporting, 4-2 (Final, Póvoa do Varzim)
2016/17: Benfica, 3-3, 3-2 g.p. (Meia-final, Gondomar)

No Pavilhão Multiusos de Gondomar, que volta a receber a Final Eight da Taça de Portugal de futsal (além da Final Four da mesma prova em futsal feminino, também com um dérbi entre Benfica e Sporting este sábado), os dois rivais lisboetas confirmaram o favoritismo nos respetivos encontros dos quartos do final.

O Sporting defrontou o Fundão, quinto classificado da fase regular do Campeonato, e venceu por 4-0. Apesar do domínio desde o primeiro minuto, os leões chegaram ao intervalo na frente pela margem mínima (grande golo de Fortino) mas decidiram o jogo em cinco minutos, com golos de Dieguinho (23′), João Matos (24′) e Deo (28′).

Já o Benfica, que sentiu mais dificuldades frente ao Burinhosa (oitavo classificado da fase regular da Liga), chegou ao intervalo em desvantagem por 2-1 (Pimpolho e Matheus fizeram o 2-0 para o conjunto de Alcobaça, Raúl Campos com um remate fortíssimo reduziu a desvantagem nos primeiros 20 minutos) mas deu a volta e venceu por 4-2, com um hat-trick de Fernandinho (26′, 28′, ambos após assistência de Campos, e 40′, com o adversário em 5×4). Ponto negativo foi mesmo a expulsão do internacional português André Coelho, com vermelho direto.

Na outra meia-final, o Modicus, que venceu de forma surpreendente (pela margem do resultado) o Sp. Braga por 6-2 esta manhã, vai defrontar o Fabril, que esteve a perder por 2-0 com o Farense mas conseguiu virar para 6-2.