Tony Carreira vai lançar um livro de memórias onde promete fazer “algumas revelações surpreendentes”. Intitulado O Homem que Sou e editado pela Contraponto, o livro chega às livrarias no dia 18 de maio.

Num comunicado enviado aos jornalistas a editora explica que “em Homem que Sou, Tony Carreira partilha as recordações do menino que cresceu num casebre sem água canalizada nem eletricidade, do rapaz que emigrou para ganhar a vida como operário fabril e do homem que conseguiu tornar-se músico de sucesso”.

“Neste livro, Tony Carreira revisita sucessos e aventuras, mas fala também sem rodeios de desencantos, contradições e fragilidades”, garante ainda a editora.

Recorde-se que o cantor anunciou em março uma pausa na sua carreira, depois da polémica em torno das acusações de plágio em várias das suas músicas. Tony Carreira e o compositor Ricardo Landum são acusados de ter plagiado músicas de vários compositores estrangeiros para criar alguns dos maiores êxitos do cantor português.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A Companhia Nacional de Música apresentou queixa formal e o caso chegou a tribunal, com a juíza a propor um acordo para a suspensão provisória do processo durante quatro meses, na condição de, no prazo de 60 dias, o cantor entregar 10 mil euros à Câmara da Pampilhosa da Serra, para apoio aos danos causados pelos incêndios, e mais 10 mil euros à Associação das Vítimas do Incêndio de Pedrógão Grande.

Com o anúncio de que a Companhia Nacional de Música não vai recorrer da decisão do Tribunal da Instrução Criminal de Lisboa, que afastou a editora do processo, abriu-se a porta à concretização desse acordo.