Um novo balanço dos três ataques à bomba a igrejas cristãs em Surabaya, Indonésia, aponta para pelo menos 11 mortos e 40 feridos, disseram fontes policiais.

Inicialmente, as autoridades tinham contabilizado dois mortos e 13 feridos. Depois, chegou a haver um balanço que apontava para 6 mortos e 35 feridos, entretanto revisto em alta.

A província de Java oriental é um dos palcos de ataques de movimentos extremistas islâmicos, já que a sua capital, Surabaya, é uma das cidades com maior diversidade religiosa naquele que é o mais populoso país muçulmano do mundo.

Os ataques a alvos cristãos acontecem dias depois de as autoridades indonésias terem posto fim a uma crise de reféns num centro de detenção perto de Jacarta, uma ação reivindicada pelo movimento extremista Estado Islâmico.