Família Real Britânica

Autor da biografia da princesa Diana teve um mini ataque cardíaco e foi levado para o hospital

O autor da biografia da princesa Diana teve um mini-ataque cardíaco e encontra-se no hospital. Andrew Morton estava a apresentar a biografia de Wallis Simpson quando começou "a suar" e "a balançar".

AFP/Getty Images

O autor da biografia da princesa Diana, Andrew Morton, foi levado para o hospital na terça-feira, depois de ter tido um “mini ataque cardíaco”, durante uma campanha de apresentação da biografia de Wallis Simpson — a socialite norte-americana que casou com Eduardo VIII. O escritor britânico escreveu no Twitter que está a recuperar.

Cinco minutos depois de ter começado a apresentação do livro, Morton disse: “Desculpem, não consigo continuar”, antes mesmo de cair na cadeira. Depois foi imediatamente retirado da sala e transportado para o hospital. Segundo o Express, estará a receber tratamento no Hospital Universitário de Londres.

Uma pessoa que se encontrava na sala afirma que Morton não se lembrava do que queria dizer e que começou a suar: “Ele esqueceu-se do que ia dizer, estava a suar e começou a balançar”, contou.

Um porta-voz da editora de Morton disse na tarde de terça-feira que o escritor se encontrava no hospital “como forma de precaução” e que até ao momento não havia qualquer outra informação. Depois do acontecimento inesperado, o escritor teve de cancelar um outro evento que estava programado para essa mesma tarde.

Andrew Morton é o famoso autor da biografia da princesa de Gales — “Diana: A Sua Verdadeira História” –, que conta com entrevistas da própria princesa. O último livro que escreveu é a biografia de Meghan Markle, a noiva do príncipe Harry, cujo título é “Meghan: A Princesa de Hollywood”.

[Veja no vídeo os detalhes do casamento do príncipe Harry e Meghan Markle]

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Benfica

Oh meus amigos, não havia necessidade...

Pedro Coelho dos Santos

Ação gera reação. Começa-se por um pasodoble no final de um clássico, passa-se depois para um “chamem a polícia” no estádio do rival. Não pode ser. Aos dirigentes desportivos exige-se responsabilidade

Orçamento do Estado

O engodo do défice /premium

André Abrantes Amaral

Dizem que o o orçamento é prudente, mas prudente seria seguir uma política financeira capaz de impedir que o estado social colapse com a próxima crise. O resto, lamento, é mera confusão e engodo.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)