Liga Europa

Chama o Antoine (a crónica do Marselha-Atlético)

Numa final com travo sensaborão em Lyon, o Atlético voltou a erguer (é a terceira vez) a Liga Europa, batendo (3-0) o Marselha. Antoine Griezmann resolveria a final com um bis.

FRANCK FIFE/AFP/Getty Images

Era a sexta final europeia do Marselha. Chegou duas vezes ao jogo decisivo da Champions, perdendo um e ganhando o outro. À final da Taça UEFA/Liga Europa chegou outras duas vezes, aqui perdendo ambas. A sexta final jogou-a na extinta Taça Intertoto. E venceu. Agora, e depois de vencido também pelo Atlético, na noite desta quarta-feira, perdeu a sua terceira final da competição secundária da UEFA.

Só o Benfica tem igual registo negativo de finais perdidas nesta prova.

MARSELHA-ATLÉTICO (0-3)

Groupama Stadium, em Lyon

Liga Europa 2017/2018 (Final)

Árbitro: Björn Kuipers (HOL)

Marselha: Mandanda; Sarr, Rami, Luiz Gustavo e Amavi; Anguissa, Sanson, Thauvin, Payet (Maxime Lopez, 32′), e Ocampos (Njie, 55′); Germain (Mitroglou, 74′)

Suplentes não utilizados: Pelé, Sakai, Kamara e Rolando

Treinador: Rudi Garcia

Atlético: Oblak; Vrsaljko (Juanfran, 46′), Giménez, Godín e Lucas; Gabi (Torres, 90′), Koke, Correa (Thomas, 88′) e Saúl; Diego Costa e Griezmann

Suplentes não utilizados: Werner, Filipe Luis, Savic e Gameiro

Treinador: Diego Simeone

Golos: Griezmann (21′; 49′) e Gabi (89′)

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Vrsaljko (23′), Amavi (38′), Luiz Gustavo (75′), Njie (78′) e Lucas (78′)

É certo que o Marselha perdeu. Mas até foi, até ao minuto 21, superior ao Atlético, desde logo na posse — não se tratava só de tê-la, à bola, mas sim de saber o que fazer com ela; e o Marselha sabia perfeitamente o que fazer-lhe. Logo ao minuto quatro, por exemplo, Payet isolou Germain nas costas da defesa do Atlético e, à saída de Oblak da baliza, o avançado francês remata sem direção.

O problema foi o tal minuto 21. E um erro ao minuto 21. Mandanda faz um passe à queima para Anguissa, a receção do trinco do Marselha é deficiente, Correa interceta e, mesmo sem querer, isola Griezmann. Antoine Griezmann não perdoou só com o guarda-redes pela frente. Raramente perdoa.

O Marselha, mesmo com tanto para jogar, quebrou. Emocionalmente falando. Cometeu erros atrás de erros na defensiva, perdeu a clarividência lá na frente também. E perderia mais quando, em lágrimas, Payet, o iluminado Payet — que hoje foi só bruxuleante –, abandonou o Groupama Stadium. Recorde-se que foi Payet que, após entrada dura, lesionou Ronaldo na final do último Europeu. Karma

O Atlético não pressionava. Remates nem os ver também. Apenas controlava. Esperava. Esperava. Esperava.

Ao minuto 49, o finalizador do costume, Antoine Griezmann, resolveu: Koke e Griezmann tabelam, o espanhol isola-o e volta Griezmann a bater Mandanda só com o francês por diante.

A melhor ocasião de golo do Marselha foi, imagine-se, ao minuto 81. Bouna Sarr cruza à direita e Mitroglou, num boa desvio de cabeça, acerta onde menos queria: o poste.

Pouco depois, ao minuto 89, o Atlético matou uma final já de morta. No contra-golpe, viu em vantagem numérica na defesa do Marselha, Diego Costa, à esquerda, passou a Koke mais ao centro e à entrada da grande área, Koke viu Gabi à direita e entregou lá a bola redonda, Gabi rematou cruzado e Mandanda nada podia fazer para evitar o terceiro.

Contas feitas, o Atlético conquistou pela terceira vez a competição, isto depois de erguer o “caneco” em 2010 e 2012 também.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Descobrimentos

Uma lança em África /premium

P. Gonçalo Portocarrero de Almada

Neste tempo, em que muitos se orgulham do que os deveria envergonhar, também há quem se envergonhe das glórias da história de Portugal.

Política

Precisamos da Esquerda

António Pedro Barreiro

Na guerra cultural em curso, a nova Esquerda esqueceu o povo e assumiu a defesa da excentricidade das elites. Eu, que não sou de Esquerda, acho que uma outra Esquerda faz falta ao sistema político.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)