O suspeito que atropelou o homem com quem estava a discutir no trânsito, no final de abril, em Trofa, foi esta quarta-feira detido. A detenção e identificação foi realizada pela Diretoria do Norte da Polícia Judiciária (PJ), pela alegada prática de um crime de homicídio na forma tentada. A vítima ainda permanece em coma.

Após um desentendimento sobre “questões de trânsito”, um feirante de 34 anos aproveitou que o homem com quem estava a discutir saiu do seu carro para o atropelar “intencionalmente”, considera a PJ. Depois de ter atingido o homem com gravidade, fugiu de imediato.

Na ocasião, aproveitando o facto de o ofendido ter saído da sua viatura, o suspeito terá dirigido intencionalmente o seu veículo na direção daquele, atingindo-o com gravidade e colocando-se de imediato em fuga”, pode ler-se no comunicado emitido pela PJ.

A vítima sofreu vários traumatismos e ficou em “perigo de vida”. O homem permanece em estado de coma desde o dia 27 de abril — data em que aconteceu o atropelamento, na freguesia de São Romão do Coronado.

O feirante foi detido esta segunda-feira, depois de cerca três semanas de “investigação pura”, disse fonte da Diretoria do Norte da PJ, ao Observador. É do conhecimento da PJ que o detido tem “antecedentes criminais pela prática de crimes de ofensas à integridade física qualificada e de resistência e coação sobre funcionário”. O detido vai agora ser interrogado e conhecerá as medidas de coação tidas por adequadas que lhe serão aplicadas.