Presidente Trump

Duas mil páginas para tentar explicar a reunião entre Donald Trump Jr. e os russos

A promessa da reunião de junho de 2016 era informação que comprometia Hillary Clinton, mas o resultado, segundo os participantes, foi completamente diferente.

Donald Trump Jr. pretendia recolher informação sobre um dos opositores do pai durante a campanha presidencial norte-americana, a candidata Hillary Clinton

SHAWN THEW/EPA

O Comité Judicial do Senado divulgou cerca de duas mil páginas de entrevistas feitas ao filho e genro de Donald Trump e outros intervenientes numa reunião nas Trump Towers, em junho de 2016, noticia a CNN. Esta reunião terá servido, alegadamente, para recolher informação que pudesse ser usada contra Hillary Clinton e tem estado no centro da possível ingerência russa na campanha norte-americana.

Este material pretende ser uma visão mais abrangente do que foi a reunião de 20 minutos entre Donald Trump Jr. (o filho), Jared Kushner (genro e conselheiro do Presidente dos Estados Unidos), Paul Manafort (que foi diretor na campanha nas Presidenciais), Natalia Veselnitskaya, uma advogada russa com ligações ao Kremlin, e mais quatro pessoas. A promessa era que a advogada teria informações que podiam ser usadas contra a candidata presidencial Hillary Clinton.

O comité entrevistou Donald Trump Jr., o promotor de música britânico Rob Goldstone, o lobista russo-americano Rinat Akhmetshin, o tradutor Anatoli Samochornov e Ike Kaveladze, um russo com ligações ao oligarca Aras Agalarov. Os documentos incluem também respostas de Natalia Veselnitskaya, declarações de Jared Kusher e uma página de notas de Paul Manafort.

Os participantes declararam que a advogada Natalia Veselnitskaya não forneceu informações sobre Clinton, antes focou-se nas sanções dos Estados Unidos à Rússia por violações dos direitos humanos.

Já em julho de 2017, Donald Trump Jr. tinha divulgado a troca de emails com Rob Goldstone para agendar esta reunião que tinha como objetivo fazer “investigação de oposição política”, mas que, segundo Goldstone., se tornou “o maior absurdo que alguma vez ouviu”. A CNN analisa a totalidade dos emails aqui.

Agora que entramos em 2019...

...é bom ter presente o importante que este ano pode ser. E quando vivemos tempos novos e confusos sentimos mais a importância de uma informação que marca a diferença – uma diferença que o Observador tem vindo a fazer há quase cinco anos. Maio de 2014 foi ainda ontem, mas já parece imenso tempo, como todos os dias nos fazem sentir todos os que já são parte da nossa imensa comunidade de leitores. Não fazemos jornalismo para sermos apenas mais um órgão de informação. Não valeria a pena. Fazemos para informar com sentido crítico, relatar mas também explicar, ser útil mas também ser incómodo, ser os primeiros a noticiar mas sobretudo ser os mais exigentes a escrutinar todos os poderes, sem excepção e sem medo. Este jornalismo só é sustentável se contarmos com o apoio dos nossos leitores, pois tem um preço, que é também o preço da liberdade – a sua liberdade de se informar de forma plural e de poder pensar pela sua cabeça.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: vnovais@observador.pt
Religião

O Dia Mundial da Religião

Donizete Rodrigues

O Dia Mundial da Religião é um momento ecuménico para promover a convivência, o interconhecimento e o diálogo inter-religioso, buscando um futuro livre de preconceito, discriminação e intolerância.

PSD

Ao centro, o PSD não ganhará eleições /premium

João Marques de Almeida

Rio, que não perde uma ocasião para evocar Sá Carneiro, não aprendeu a sua principal lição: o PSD só chega ao poder quando lidera uma alternativa aos socialistas. Não basta esperar pelo fracasso do PS

Futebol

Sobre o futuro próximo de José Mourinho

António Bento

No frio e previsivelmente longo Inverno de 2018-2019 a pele de José Mourinho não é boa de se vestir, como se vê por uma parte significativa das suas declarações à imprensa desde que foi despedido.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)