Petróleo

Consórcio Eni-Galp prepara furo depois da luz verde ambiental

O consórcio Eni-Galp vai desenvolver o planeamento para iniciar os trabalhos de perfuração ao largo costa alentejano para pesquisa de petróleo. Furo vai ser feito a 46 quilómetros da costa.

EUGENE GARCIA/EPA

O consórcio Eni-Galp vai começar a desenvolver as atividades de planeamento “para iniciar os trabalhos de forma segura dentro das condições estabelecidas pela APA. O poço irá realizar-se com o recurso às tecnologias mais avançadas e às práticas operacionais mais exigentes, assegurando as condições máximas de segurança.” De acordo com declarações transmitidas à comunicação social um dia depois de ter sido anunciado que a APA (Agência Portuguesa do Ambiente) tinha dispensado o projeto de pesquisa petrolífera ao largo da costa alentejana, sem necessidade de realizar previamente uma avaliação de impacte ambiental.

De acordo com informação já tornada pública, a perfuração a mais de 40 quilómetros da costa na concessão Santola deverá avançar em setembro.” O objetivo deste poço é confirmar a possível presença de hidrocarbonetos neste setor dooffshore português, que se localiza a mais de 46 quilómetros do ponto mais próximo da costa e a uma profundidade de cerca de 1000 metros, e que não é visível a partir de terra”, segundo informação dada pelo porta-voz do consórcio Eni-Galp

O consórcio “regista esta decisão, que confirma os resultados dos detalhados estudos de impacto ambiental e avaliações de risco que foram conduzidos, e das medidas de mitigação de risco adotadas.” E as duas empresas garantem que “responderam escrupulosamente todas as exigências colocadas pela legislação aplicável, bem como às solicitações levantadas pelas várias instituições públicas envolvidas no processo”.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Filosofia

Democracia e formas simbólicas /premium

Paulo Tunhas

O estudo da história do pensamento político recorda-nos o retorno maciço do pensamento mítico com o nazismo, alertando para o perigo de uma única forma simbólica se apoderar de todas as restantes.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

Detalhes da assinatura

Acesso ilimitado a todos os artigos do Observador, na Web e nas Apps, até três dispositivos.

E tenha acesso a

  • Assinatura - Aceda aos dados da sua assinatura
  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Inicie a sessão

Ou registe-se

Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)