Saúde

Mais de um terço dos portugueses tem hipertensão

Mais de um terço dos portugueses sofre de hipertensão, uma doença que afeta mais os homens do que as mulheres, segundo os resultados do Inquérito Nacional de Saúde com Exame Físico (INSEF).

HENDRIK SCHMIDT/EPA

Autor
  • Agência Lusa

Mais de um terço dos portugueses sofre de hipertensão, uma doença que afeta mais os homens do que as mulheres, segundo os resultados do Inquérito Nacional de Saúde com Exame Físico (INSEF).

Realizado pelo Departamento de Epidemiologia do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA), este inquérito analisou a tensão arterial dos portugueses e concluiu que 2,4 milhões de portugueses têm hipertensão, cujo Dia Mundial é hoje assinalado. No estudo, além da medição da tensão arterial, foi considerada a toma de medicamentos para a hipertensão nas duas semanas anteriores à entrevista.

O INSEF estudou 4.911 pessoas, na sua maioria em idade ativa (84,3% com idade entre os 25 e os 64 anos), cerca de três quintos (63,4%) dos quais “sem escolaridade ou com escolaridade inferior ao ensino secundário” e 11,2% desempregados.

A hipertensão é mais frequente nos homens, atingindo quase 40% da população masculina e 32% das mulheres portuguesas. A prevalência da hipertensão é mais elevada (62,6%) na população com “nenhuma escolaridade ou com o primeiro ciclo”, enquanto na população com “ensino superior” 15,5% sofrem de hipertensão.

Relativamente à ocupação profissional cerca de 65% dos reformados, domésticos ou estudantes têm hipertensão, enquanto a taxa de hipertensos desempregados ronda os 30% e a dos empregados se fixa nos 24,7 por cento.

De acordo com os dados do INSEF mais de 70% da população acima dos 65 anos têm hipertensão e entre os 25 e os 34 anos cerca de 6% são hipertensos.

Segundo a Sociedade Portuguesa de Hipertensão os doentes com hipertensão têm um maior risco de morte ou desenvolvimento de determinadas doenças como a insuficiência cardíaca, acidentes vasculares cerebrais (AVC), enfarte do miocárdio, insuficiência renal ou perda gradual da visão.

No âmbito da celebração do Dia Mundial da Hipertensão, a Sociedade Portuguesa de Hipertensão escolheu Almada para “capital nacional das comemorações” com a realização de vários rastreios e atividades para a população.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Eleições

A voz e o voto pró-vida em Portugal

José Maria Seabra Duque

Vamos entrar em ano de eleições, primeiro europeias, depois legislativas, e a Federação Portuguesa pela Vida vai lançar um questionário a todos os partidos e cabeças de listas que a elas concorrerem.

Governo

Porque não houve remodelação na educação?

José Ferreira Gomes

Em 2017 acabaram o secundário 75 615 alunos de uma coorte de perto de 120 000! É um escândalo que devia ter toda a atenção do ministério e levar à demissão de um ministro que nem reconhece o problema.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)