Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Já pode ser considerada uma tradição, e das boas: por alturas do seu quarto aniversário, o Observador celebra o acontecimento com mais uma revista que reúne os melhores textos publicados no último ano. São 148 páginas em grande formato com reportagens, ensaios, entrevistas e artigos de opinião, pelo preço de 4,50 euros.

Os temas escolhidos são representativos da diversidade do Observador: dos grandes textos de investigação (Manuel Pinho e o caso EDP, o assalto aos media por parte de José Sócrates) aos ensaios históricos (os 100 anos de Sidónio Pais por Rui Ramos, ou os 50 anos do Maio 68 por Maria de Fátima Bonifácio), das entrevistas (a Miguel Sousa Tavares) às fotogalerias (sobre os fogos do Verão), da ciência (o leite faz mal ou não?) ao lifestyle (os melhores restaurantes do último ano), das grandes histórias internacionais (os negócios de terror da Coreia do Norte) às pequenas histórias sexuais (como era o sexo no tempo das nossas avós), passando pelos textos de alguns dos melhores colunistas da casa, como José Manuel Fernandes, Alberto Gonçalves ou Helena Matos.

Vasco Pulido Valente volta também a colaborar com o Observador, através de uma entrevista conduzido por Miguel Pinheiro, onde a geringonça é analisada à lupa.

Diversidade, como se vê, não falta — nem qualidade e requinte gráfico, para todos aqueles que continuam a apreciar uma boa publicação em papel. A revista tem, como habitualmente, coordenação editorial de João Miguel Tavares, e desenho de Luís Alexandre, da Silvadesigners.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR