Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Um sobrinho da duquesa de Sussex entrou numa discoteca em Londres com uma faca na mão, no dia de casamento de Meghan e Harry, escreve a Sky News. Tyler Dooley, de 25 anos, terá fugido dos seguranças da discoteca depois de ter entregado uma faca, mas acabou por ser interrogado pela polícia.

A Polícia Metropolitana de Londres foi chamada à zona de Kingston pela segurança da discoteca, depois de um homem ter “declarado abertamente que tinha uma faca, enquanto tentava entrar no clube”, lê-se na Reuters. Segundo um comunicado da Scotland Yard, os agentes chegaram por volta da 00h55 e interrogaram depois os “dois homens” envolvidos no incidente, que estavam ambos a visitar o país.

Na mesma nota, pode ler-se que um dos homens “entregou voluntariamente um spray nocivo”. O comandante Sally Benatar afirmou que a polícia leva muito a sério a posse de facas e armas proibidas, mas que, “neste caso, foi tido em consideração o facto de terem entregado os objetos de forma voluntária e o facto de não haver qualquer risco associado”. Assim, nenhum dos homens foi preso e a investigação deu-se por encerrada.

Os meios de comunicação britânicos identificaram um dos homens como sendo então Tyler Dooley, filho do meio-irmão de Meghan Markle, Thomas Markle Jr, mas a polícia britânica recusou-se a confirmar a identidade de qualquer um dos suspeitos.

Recorde-se que nenhum familiar de Meghan Markle — excetuando a mãe, Doria Ragland, e o pai, que não pode comparecer, — foi convidado para a cerimónia de casamento com o príncipe Harry, que decorreu no sábado, na Capela de São Jorge, em Windsor, o que causou alguma polémica.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR