Rock In Rio

Festival Rock in Rio Lisboa incentiva espectadores a deixarem o carro em casa

Metro, comboio, barco ou bicicleta são alguns dos meios de transporte que a organização do festival Rock in Rio Lisboa incentiva os espectadores a usarem em junho.

Rock in Rio/ Facebook

Metro, comboio, barco ou bicicleta são alguns dos meios de transporte que a organização do festival Rock in Rio Lisboa incentiva os espectadores a usarem em junho, quando forem ao “Parque temático da música”, foi esta terça-feiraanunciado. Segundo a organização, o plano de mobilidade para esta oitava edição terá a colaboração de 12 operadores de transportes, um dos quais com acesso gratuito para quem apresentar o bilhete do festival.

O objetivo é “incentivar os visitantes da Cidade do Rock a deixarem os carros em casa”, quando forem ao festival, que ocupará o Parque da Bela Vista nos dias 23, 24, 29 e 30 de junho. O plano de mobilidade envolverá, no total, os operadores Abreu, Budget, BusUp, Carris, Cityrama, CP (Urbanos e Longo-Curso), Fertagus, Metro de Lisboa, mytaxi, Transtejo e Soflusa e Rede Expressos.

Para quem apresentar o bilhete do festival, serão gratuitas as viagens nos comboios urbanos CP Lisboa, das linhas de Cascais e de Sintra. A Fertagus oferece o estacionamento nos parques automóveis ao longo das estações da margem sul. O Metropolitano de Lisboa estará a funcionar até às 03h00 – uma hora depois de terminarem as atuações -, nas quatro linhas e em cerca de 30 estações selecionadas.

De entre as 12 operadoras, destaque ainda para a parceria que a organização fez com a aplicação mytaxi, que permitirá a utilização de táxis coletivos, e com a plataforma BusUp. Nesta edição, o Rock in Rio Lisboa volta a ter um parque de estacionamento exclusivo para bicicletas. O Rock in Rio Lisboa acontece em Portugal a cada dois anos, desde 2004, no Parque da Bela Vista, um recinto ao ar livre, relvado e arborizado, com capacidade para cerca de 90 mil pessoas.

Embora a música seja o principal ingrediente do festival, o evento conta com uma programação que promove outras atividades de lazer, algumas associadas a patrocinadores. Esta terça-feira apresenta-se como um “autêntico Parque Temático da música”. Este ano, em termos de horários, o festival começa mais cedo e acaba mais cedo, com “mais horas de entretenimento por dia”, das 12h00 às 02h00. Na edição de 2016, a programação estendia-se das 16:00 às 04:00.

Quanto à música, entre os artistas e grupos convidados contam-se Bruno Mars – os bilhetes para o dia dele, 24 de junho, já esgotaram – Muse, The Killers, Katy Perry, The Chemical Brothers, Xutos & Pontapés, Ivete Sangalo, Bonga, Capitão Fausto, Manel Cruz e Moullinex.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Livros

Livros para o Natal (I) /premium

João Carlos Espada

Seis sugestões de livros que são também leituras que desafiam os dogmas politicamente correctos hoje dominantes entre nós.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)