O euro recuperou esta quarta-feira da desvalorização que tem vindo a registar face ao dólar, depois de Itália ter conseguido refinanciar-se no mercado, apesar da incerteza política no país.

Às 17h55 (hora de Lisboa), o euro seguia a 1,1658 dólares, quando na terça-feira à mesma hora negociava a 1,1547 dólares. Na terça-feira, o euro chegou a negociar a 1,1510 dólares, no seu pior nível desde julho passado.

Itália conseguiu captar no mercado 5.600 milhões de euros com a emissão de dívida com prazos de vencimento diferentes, apesar de os juros terem sido mais elevados, num mercado muito volátil. O país continua à espera que o economista Carlo Cottarelli, convidado pelo Presidente italiano, Sergio Mattarella, a formar um governo transitório, apresente a lista dos ministros, o que já devia ter acontecido na terça-feira.

A subida da inflação em maio na Alemanha para 2,2%, o maior avanço em 15 meses, também impulsionou o euro.

Divisas……….quarta-feira……………..terça-feira

Euro/dólar……1,1658……………….. 1,1547

Euro/libra……0,87735……………… 0,87190

Euro/iene…….127,02……………….. 125,59

Dólar/iene……108,96……………….. 108,76