Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

A Federação Egípcia de Futebol confirmou que Mohamed Salah vai estar presente no Campeonato do Mundo. Hani Abu Reda, o presidente da Federação, revelou que o médico da seleção do Egito esteve reunido com o departamento médico do Liverpool em Valência, onde Salah está a fazer tratamentos.

Os departamentos clínicos do Egito e do Liverpool concluíram em conjunto que o período de recuperação de Salah não deverá exceder as três semanas. De acordo com o jornal A Bola, é assim expectável que o avançado esteja disponível para os jogos com a Rússia, a 19 de junho, e a Arábia Saudita, a 25 de junho, a contar para a fase de grupos. A única partida que permanece em dúvida é a estreia do Egito, com o Uruguai, a 15 de junho.

Mohamed Salah lesionou-se no ombro direito no passado sábado, na final da Liga dos Campeões, durante um lance disputado com Sergio Ramos. O avançado do Liverpool ainda tentou regressar ao jogo mas acabou por ser substituído logo à meia-hora de jogo. A equipa inglesa perdeu com o Real Madrid por 3-1, naquela que é a terceira Liga dos Campeões consecutiva da equipa de Zinédine Zidane.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR