É difícil ter a certeza, mas criatividade dos rapazes que produzem o Devel Sixteen – o tal hiperdesportivo com “apenas” 5.000 cv – e o novo Devel Sixty levanta a suspeita que poderão andar a abusar dos estimulantes. E em força. Porém, se a estética dos veículos da Devel figura algures entre o feio e o assustador, já as mecânicas utilizadas são  impressionantes e capazes de levar os veículos da casa a ‘achincalhar’ a concorrência. Desta vez quem brilhou foi o Devel Sixty, que surge numa prova de arranque primeiro contra o Mercedes-AMG GT S, e depois contra o Classe G.

Antes de mais, é bom ter presente que o Sixty está equipado com um “mega” motor V8 turbodiesel, com 6,75 litros e 720 cv. Parece-lhe uma brutalidade? Então espere pela versão mais puxada do Devel Sixty, que eleva a parada para 1.500 cv. O preço desta versão mais possante ainda não é conhecido, mas este, com 720 cv, é proposto por 450.000 dólares, pelo que é provável que só o cavalheiro que apresenta o vídeo, que enverga um polo da Devel, deve estar interessado em adquirir um destes ‘tanques’ homologados para andar na estrada.

A primeira prova de arranque é contra o AMG GT S, animado por um 4.0 V8 biturbo, com 522 cv, inferior portanto ao Sixty, mas substancialmente mais leve, uma vez que o seu peso está fixado nos 1.645 kg, o que lhe permite anunciar 310 km/h e os 0-100 km/h em 3,8 segundos. Dado o arranque, o GT S patina ligeiramente, ao contrário  do Sixty – pudera, com seis rodas motrizes não admira –, que ganha uma vantagem para manter até ao final, naquilo que parece um arranque de ¼ de milha (402 metros).

O segundo adversário é um Classe G, ao que parece um G63 AMG, dotado de um motor 5.5 V8 sobrealimentado, com 544 cv e 670 Nm, capaz de atingir 210 km/h e os 100 km/h em 5,4 segundos. Ora, se o SLS GT S perdeu para o Devel de seis rodas motrizes, consideravelmente mais leve (1.645 kg contra 2.550 kg do G63 AMG), mais rápido (3,8 segundos de 0-100 km/h em vez de 5,4 segundos) e mais veloz, pois se o coupé atinge 310 km/h, o jipe está limitado a 210 km/h, não havia grande esperança que o Classe G conseguisse bater o Sixty. O que se verificou.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Contudo, há duas situações que nos causaram alguma estranheza. Primeiro, apesar da grande diferença na capacidade de aceleração entre os coupé SLS GT S e o jipe G 63 AMG, ambos os Mercedes parecem perder para o Devel Sixty pela mesma margem, o que obviamente é uma impossibilidade. Outro aspecto estranho é a familiaridade entre o indivíduo que controla o vídeo – o homem aparece mais do que o próprio Devel, que é a novidade e apresentado como protótipo – e o Sixty, a ponto de aparecer no vídeo a mãe e a irmã, que possui um Lamborghini e se parece bastante com o Devel, com tudo o que isso implica…

Não duvidamos do potencial do Devel Sixty, mas aguardamos por comparativos realizados por pessoas ou entidades não demasiado próximas da marca do Dubai. Entretanto, fique com o Devel Sixteen, o tal coupé com mais de 5.000 cv:

“Besta” à solta com 5.070 cv. Veja como acelera