Festas de São João

Mafalda Arnauth, Richie Campbell e João Pedro Pais atuam no São João da Lousã

A Feira Anual de São João, na Lousã, vai realizar-se entre os dias 21 e 24 de junho e conta com nomes como Mafalda Arnauth, Richie Campbell e João Pedro Pais no cartaz.

Tiago Petinga/LUSA

Autor
  • Agência Lusa

Os cantores Mafalda Arnauth, Richie Campbell e João Pedro Pais vão atuar na Feira Anual de São João, na Lousã, no distrito de Coimbra, entre os dias 21 e 24 de junho.

Do cartaz, destaca-se no primeiro dia o espetáculo “Fados”, com Mafalda Arnauth e António Ataíde, com fado de Lisboa e de Coimbra, respetivamente, nas piscinas naturais de Nossa Senhora da Piedade, precisamente na ribeira de São João, em plena Serra da Lousã.

Richie Campbell, intérprete português de música reggae e os DJ Funkyou2 estão em palco no dia 22, cabendo a João Pedro Pais o concerto do dia 24, feriado municipal. Todas estas atuações decorrem no Parque de Exposições. As primeiras partes dos espetáculos de Richie Campbell e João Pedro Pais são asseguradas pelas bandas Mercadoria e Ponto e Vírgula, do concelho da Lousã.

Na noite de São João, de 23 para 24, realizam-se os arraiais populares e o desfile das marchas sanjoaninas, “com um novo percurso e com bancadas para 1.500 lugares”, segundo uma nota da autarquia, que organiza o programa, com apoio de diversas empresas.

Como tem acontecido nos últimos anos, a Gala do Feriado Municipal decorre no dia 24, com a entrega dos Prémios Lausus, com que são distinguidos cidadãos do concelho que se notabilizaram em áreas como a cultura, o desporto e a economia, entre outras.

De 22 a 24 de junho, o Parque Municipal de Exposições acolhe a Mostra Comercial e Industrial do Concelho.

Na Lousã, o São João é celebrado há vários séculos com honrarias profanas e religiosas diversas. A primeira feira franca de São João foi instituída pelo rei D. João III, no século XVI.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Finanças Públicas

Como evitar um 4º resgate? /premium

Paulo Trigo Pereira

Portugal necessita de mais doze anos (três legislaturas completas) de crescimento económico e de finanças públicas quase equilibradas para sair da zona de risco financeiro em que ainda se encontra.

Brexit

Boris Johnson /premium

João Marques de Almeida

Em Londres, só um louco ou um suicida é que defenderiam o acordo assinado com a União Europeia. Resta saber se os líderes europeus terão a lucidez de reconhecer o evidente: o acordo que existe morreu.

Ambiente

A onda verde na UE e os nacionalismos

Inês Pina

Se hoje reduzíssemos as emissões de CO2 a zero já não impedíamos a subida de dois graus centígrados. E estes “míseros” dois graus vão conduzir ao fim das calotas polares e à subida do nível do mar.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)