Cerca de 140 ligações de comboio estavam suprimidas às 22 horas de domingo, por causa da greve dos trabalhadores ferroviários da CP, Medway e Takargo, agendada para segunda-feira, segundo a SIC Notícias.

A greve é contra a possibilidade de circulação de comboios com um único agente, o que segundo os sindicatos põe em causa a segurança ferroviária. Segundo os subscritores do pré-aviso “é preciso que não subsistam dúvidas no Regulamento Geral de Segurança”.

O Governo já veio dizer que a greve na CP “não tem justificação material” e explica que os sindicatos marcaram a paralisação contra um regulamento que existe desde 1999, que nunca foi alterado e nem vai ser.

Os sindicatos subscritores do pré-aviso de greve preveem que a paralisação tenha “um grande impacto na circulação de comboios” e a CP admite que deverão ocorrer “fortes perturbações na circulação”.