O piloto espanhol Jorge Lorenzo vai representar a Honda nas próximas duas temporadas da categoria rainha do motociclismo de velocidade, substituindo o seu compatriota Dani Pedrosa, que anunciou a saída da marca nipónica no final da época. A contratação de Lorenzo, campeão mundial de MotoGP em 2010, 2012 e 2015, foi anunciada esta quarta-feira pela marca japonesa, sem especificar o salário do espanhol, que, de acordo com a imprensa, rondará os quatro milhões de euros anuais.

Na Honda, Jorge Lorenzo, que representa a Ducati, vai juntar-se ao compatriota Marc Marquez, tetracampeão mundial e atual líder do Mundial de pilotos. “Dois grandes campeões com enorme talento. Acreditamos que vão reforçar a equipa e contribuir para o desenvolvimento da escuderia Honda”, refere um comunicado do fabricante nipónico.

Lorenzo, que no domingo venceu na pista italiana de Mugello o seu 45.º Grande Prémio, ocupa a 10.ª posição na classificação de pilotos. Na próxima época, o português Miguel Oliveira, atualmente a disputar o mundial de Moto2, vai competir na categoria de MotoGP, com uma KTM.