A M-30, uma as principais estradas de Madrid, está a ser inundada de corações por um ‘Cupido’ que, até agora, continua no anonimato. Os desenhos estão espalhados pelos muros, pilares, sinais e, no fundo, em qualquer sítio onde seja possível deixar um coração.

Esta quinta-feira, o jornal ABC conta a história de Alicia, uma enfermeira que todos os dias percorre parte daquela estrada. “Há alguns meses, vi um coração solitário. Pareceu-me muito amoroso e pensei que se tratava de alguma mensagem entre namorados”. Pouco depois, os desenhos deste artista desconhecido começaram a multiplicar-se e a ganhar novas cores: “Ao início eram todos vermelhos, mas aos poucos começaram a aparecer verdes, laranjas, azuis, amarelos ou roxos”, conta a enfermeira.

Nas redes sociais há já pessoas que se dizem fãs dos corações agradecem ao artista por lhes dar “alegria apesar do trânsito”.

Uma dessas pessoas, Marta, já recebeu mesmo uma carta do “Cupido”, tal como Alicia. A mulher partilhou a mensagem no Twitter e explicou ao ABC que recebeu a carta quando voltou um dia ao trabalho depois de uma viagem.