A fachada do restaurante onde Anthony Bourdain se tornou famoso foi transformado num memorial. Os fãs do escritor e chef norte-americano, que morreu esta sexta-feira, prestaram-lhe uma homenagem no restaurante Les Halles, em Nova Iorque.

As fotografias tiradas este sábado mostram dezenas de flores e mensagens deixadas nas grades no restaurante onde Bourdain foi chef na década de 90.

Logo na 6.ª feira, dia em que foi conhecida a notícia da morte de Bourdain, as grades do restaurante estavam abertas e os fãs começaram a colar post-its com mensagens nas portas do Les Halles. As mensagens, contudo, foram retiradas e, este sábado, as grades foram puxadas para baixo. Ainda assim, isso não impediu que os fãs continuassem a deixar mensagens a Bourdain.

Anthony, serás lembrado para sempre. Ninguém te irá substituir. Os meus sentimentos estão com aqueles que te são mais queridos”, pode ler-se numa das mensagens.

Anthony Bourdain foi chef no restaurante Les Halles, na década de 90 (FOTO: Observador)

No seu livro, “Kitchen Confidential”, editado em 2000, Bourdain aborda, entre histórias que guardou enquanto trabalhou na restauração em Nova Iorque (e que incluem episódios relacionados com droga e sexo), os bastidores do Les Halles durante a altura em que lá trabalhou.

O chef foi contratado pelo português José Meirelles, que era o dono do restaurante. O livro foi um sucesso que se traduziu também num sucesso para o restaurante.

O negócio aumentou substancialmente quando ele começou a ter êxito como escritor”, recordou José Meirelles ao DN.

No seu livro, “KitchenConfidential”, editado em 2000, Bourdain conta os bastidores do Les Halles

Bourdain viria a deixar o restaurante Les Halles na sequência do sucesso da edição do livro.

Este é um dos dois restaurantes Les Halles que existiam em Nova Iorque. O primeiro, localizado entre a Broadway e a Nassau Street, fechou em março de 2016 depois de o negócio falir. O segundo, agora transformado num memorial, estabelecimento acabou também por fechar depois de ter ido à falência e está encerrado permanentemente.

Anthony Bourdain morreu esta sexta-feira, aos 61 anos. O chef foi encontrado morto num quarto de hotel por Eric Ripert, chef francês e amigo próximo. Vários jornais avançam com a informação de que Bourdain ter-se-á enforcado.

Droga, restaurantes chungas, colegas ex-presidiários e mafiosos. A parte negra da vida de Bourdain contada por ele