O artista plástico Andrey Shatilov destacou-se este domingo entre os inúmeros adeptos do futebolista português Cristiano Ronaldo, por ter tentado oferecer um quadro com o rosto do avançado no primeiro treino da seleção lusa para o Mundial2018 na Rússia.

“Esta é a minha arte, um retrato com técnica única, a aplicação ‘up art’. Realizada com fragmentos de revistas e jornais e pintura a óleo. Tem o rosto do Cristino a referência a Saransk, cidade onde Portugal jogará com o Irão”, disse o artista, à Lusa.

Shatilov e a amiga, de uma instituição de caridade, esforçaram-se para presentear Cristiano Ronaldo com a tela, porém, também face às inúmeras solicitações para um autógrafo no final do apronto, não foram bem-sucedidos: prometeram tentar uma “via diplomática alternativa” para que o português receba o presente.

Os cerca de 300 convidados das autoridades locais eram todos russos – exceção nas bancadas foi a presença do embaixador português Paulo Vizeu Pinheiro e a sua comitiva – e, dos mais novos aos mais velhos, ’embeiçados’ por Cristiano Ronaldo, o tema central das conversas e foco de todos os olhares.

A admiração pelo avançado do Real Madrid levou mesmo várias crianças a exibirem-se para a comunicação social, com coreografias em que replicavam a forma peculiar do madeirense festejar os golos, numa representação fiel nos gestos e expressões faciais.

No publico feminino também sobraram contemplações de admiração e manifestações de afeição.

“Portugal é uma equipa que nos é querida e isso também tem muito a ver com o Cristiano Ronaldo. Conheço outros atletas como o Quaresma, o André Silva, o Pepe e o Manuel Fernandes, que joga na Rússia, mas o Cristiano é, sem dúvida, o maior embaixador do país”, confidenciou à Lusa a estudante Anna Rozanova.

Raissa disse também apreciar a “qualidade futebolística e charme de Cristiano Ronaldo”, mas destacou a “importância da presença de Portugal em Kratovo”, considerando que a sua pequena localidade a 50 quilómetros sudeste de Moscovo “está a ganhar visibilidade internacional estes dias”, além do “investimento das autoridades na região”.

Portugal cumpre a estreia no Mundial2018 na sexta-feira, frente à Espanha, em Sochi, jogando depois com Marrocos, em 20 de junho, em Moscovo, e com o Irão, de Carlos Queiroz, em 25, em Saransk.