A apresentadora do programa “Fox & Friends” referiu-se à cimeira entre o presidente dos Estados Unidos e o líder norte-coreano, que se realiza esta terça-feira em Singapura, como o encontro entre “dois ditadores”.

A gaffe ocorreu quando Abby Huntsman estava a comentar a chegada de Donald Trump a Singapura, este domingo. Entre os convidados do programa estava Anthony Scaramucci, que ocupou o cargo de diretor de comunicação de Trump durante apenas 10 dias, no ano passado.

“Anthony, fala-nos deste momento, isto é histórico. Independentemente do que acontecer naquele encontro entre os dois ditadores, o que estamos a ver agora, isto é histórico”, afirmou a apresentadora da Fox News, que é filha do embaixador norte-americano na Rússia, Jon Huntsman.

Não se percebe se Scaramucci deu pelo erro de Abby Huntsman. Pelo menos, não deu sinais disso e respondeu à pergunta como se nada se tivesse passado.

Ainda durante o programa, a apresentadora pediu desculpa por aquilo que disse: “Como sabem em televisão nem sempre se dizem as coisas na perfeição, chamei tanto ao Presidente Trump como a Kim Jong-un ditadores. Não quis dizer isso, o erro foi meu, portanto peço desculpa.”

Apesar do pedido de desculpas, o seu erro rapidamente começou a ser partilhado e comentado nas redes sociais.

“A Abby Huntsman disse que não quis chamar ditadores aos dois homens, mas não esclareceu qual deles achou que não era um ditador”, lê-se numa publicação do Twitter.

https://twitter.com/TweetyThings1/status/1005938267395510273

“Já é suficientemente incrível que a apresentadora [do programa] de televisão ‘Fox and Friends’ Abby Huntsman tenha chamado Trump e Kim Jong-un de ditadores. Mas o facto de o pai dela ser o embaixador americano na Rússia faz com que seja ainda mais provável que ela esteja acidentalmente a dizer a verdade”, lê-se noutro tweet.

Recorde-se que este programa da manhã da Fox News é um dos favoritos de Donald Trump. Aliás, o presidente norte-americano já se referiu várias vezes ao “Fox & Friends” na sua página de Twitter.