Julen Lopetegui, antigo treinador do FC Porto e atual selecionador espanhol, vai assumir o comando técnico do Real Madrid. O treinador entra em funções quando a seleção espanhola terminar a sua campanha no Campeonato do Mundo. O espanhol de 51 anos, que tinha renovado até 2020 com a Federação Espanhola de Futebol no final de maio, assinou com o clube merengue por três temporadas. Sucede a Zinédine Zidane, que se demitiu inesperadamente a 31 de maio, cinco dias depois de vencer a terceira Liga dos Campeões consecutiva com o Real Madrid.

O treinador espanhol chegou ao FC Porto na temporada 2014/15, depois de passagens pouco brilhantes pelo Rayo Vallecano, a equipa B do Real Madrid e os sub-20 e sub-21 da seleção espanhola. Em Portugal, nada ganhou. Na primeira temporada no Dragão, ficou em segundo lugar, a três pontos do Benfica; na segunda, caiu para terceiro, a 15 pontos dos encarnados. Foi pouco acarinhado e não deixou muitas saudades: mas deixou histórias, principalmente com Jorge Jesus.

Em abril de 2015, na antevisão de um clássico entre o Benfica e o FC Porto, o então treinador encarnado trocou o nome ao técnico espanhol. “Lopetegui ou Lotopegui. Às vezes mudo-lhe o nome”, disse Jesus em tom irónico. No final do jogo – que terminou com um 0-0 claramente desfavorável para os azuis e brancos -, quando parecia que os dois treinadores iam terminar a polémica com um abraço, Jesus e Lopetegui tiveram de ser separados para evitar eventuais agressões.

As imagens mostram que Lopetegui interpela Jesus por duas vezes e o treinador português acaba por mudar ostensivamente a postura quando, aparentemente, entende o que o espanhol lhe está a dizer. Na altura, a imprensa escreveu que o então treinador do FC Porto terá dito algo como: “Se voltas a trocar o meu nome dou-te um murro”.

Foi despedido do FC Porto sem glória nem títulos. Assumiu o comando técnico da seleção espanhola em 2016, depois da reforma de Vicente del Bosque, e não levou a equipa além dos oitavos de final do Europeu de França, onde caiu com Itália. Regressa agora ao clube onde esteve três anos – tendo cumprido apenas um jogo com a camisola merengue. Mas antes disso, ainda vai enfrentar (pelo menos) Portugal, Irão e Marrocos.

Se a notícia da saída de Julen Lopetegui vai afetar psicologicamente a seleção espanhola, ninguém sabe. Mas o encontro com Portugal, já na próxima sexta-feira, será um jogo de caráter particular: de um lado, o homem que acabou de entrar no Santiago Bernabéu; do outro, o homem que pode estar de saída, Cristiano Ronaldo.