Uma campanha de reciclagem de plástico vai percorrer 14 praias portuguesas a partir de sexta-feira com o objetivo de levar os utentes a recolher o plástico das praias, para ser depois transformado em aparelhos de atividade física.

Os aparelhos de atividade física conseguidos através do projeto “TransforMAR” serão devolvidos às praias onde decorreu a recolha do plástico reciclado, informaram esta quinta-feira, num comunicado, os promotores.

A iniciativa é promovida pelo Lidl Portugal, a Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE), a Associação Portuguesa de Gestão de Resíduos (Amb3e), gestora da Rede Electrão, a Quercus e a Agência Portuguesa do Ambiente (APA).

O seu propósito é o de desafiar os veraneantes a dar um destino adequado aos seus materiais e resíduos plásticos, produzidos enquanto usufruem do seu tempo em praia. Desta forma serão garantidas não só praias mais limpas, como um comportamento mais responsável por parte dos veraneantes”, indicaram.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Por outro lado, a iniciativa pretende promover estilos de vida saudáveis, pelo que a escolha das praias “acompanhará o calendário do Campeonato Nacional de Voleibol de Praia, da Federação Portuguesa de Voleibol”. Nas praias será disponibilizado um depósito próprio, o “plasticódromo”, onde “os veraneantes deverão colocar o seu plástico para que possa ter uma nova vida e não acabe no mar”.

“O depósito permanecerá uma média de três dias em cada praia e terá a particularidade de informar o número de artigos recolhidos a cada hora, dando ainda a conhecer à comunidade o respetivo peso em quilogramas, a cada novo dia”, salientaram.

A ação premeia ainda o bom comportamento dos veraneantes, já que “aqueles que demonstrarem ter uma boa conduta ambiental, uma correta proteção solar e um cuidado apropriado com a exposição ao sol na praia”, poderão ser “descobertos” por olheiros da organização, sendo “premiados com vales de desconto nas lojas Lidl, entre outros prémios”. Segundo a organização ambientalista internacional World Wildlife Fund 72% do lixo das praias portuguesas é constituído por plástico.