A Polícia Judiciária deteve a mulher de António Ferraz, o empresário morto em Braga com um tiro no pescoço. Segundo o Jornal de Notícias, a suspeita das autoridades esteve desde o início da investigação nos familiares. A mulher de Ferraz foi quem, inicialmente, reportou o desaparecimento do marido à GNR.

António Ferraz, da freguesia de Vila Verde, tinha 52 anos e foi, primeiramente, dado como desaparecido a 24 de outubro de 2017. A 26 de outubro foi encontrado num descampado, em Palmeira, dentro da carrinha. Era um empresário ligado á construção civil.

O filho do casal, segundo o Correio da Manhã, está em fuga e as autoridades acreditam que saiu do país.