Mundial 2018

“Fiz isto de graça”. Robbie Williams responde às críticas ao mostrar dedo do meio na cerimónia de abertura

463

Robbie Williams mostrou o dedo do meio na abertura do Mundial. O cantor reagiu às críticas por ter aceite o convite para atuar na Rússia. FIFA está a eliminar os vídeos do momento.

Robbie Williams mostrou o dedo do meio a uma das câmaras que transmitia a cerimónia de abertura do Mundial 2018 na Rússia a partir do estádio Luzhnicki. O artista britânico estava a atuar antes de começar o jogo Rússia-Arábia Saudita quando fez o gesto obsceno. Ao mesmo tempo dizia: “Por favor, lembrem-se que eu fiz isto de graça”. Esta foi a resposta de Robbie Williams às críticas de que tem sido alvo por ter aceite o convite para participar no evento em solo russo.

Quando se soube que Robbie iria ser o protagonista da cerimónia de abertura, o político britânico Stephen Doughty (Partido Trabalhista) disse: “É surpreendente e dececionante ouvir que um grande artista britânico como Robbie Williams, que tem sido um aliado das campanhas de direitos humanos e da comunidade LGBT +, concordou em ser pago pela Rússia e pela FIFA para cantar na abertura do Campeonato do Mundo”. Agora, o cantor veio esclarecer que, afinal, ele não foi pago pelo espetáculo no estádio.

Todas as músicas que Robbie Williams cantou eram anteriores ao presente milénio: o reportório incluiu “Angels”, que interpretou com a soprano russa Aida Garifullina, e o clássico “Let Me Entertain You”. Foi quando cantou “Rock DJ”, uma das mais famosas canções do artista, que o cantor alterou um dos versos da canção e mostrou o dedo do meio a uma das câmaras que transmitia a cerimónia de abertura do Mundial. Várias imagens do momento estão a circular na Internet, mas têm sido eliminadas pela Federação Internacional de Futebol (FIFA).

Robbie Williams já tinha dito que a organização do evento lhe pediu para não cantar “Party Like a Russian”, uma canção de há dois anos que satiriza as elites russas. O cantor acedeu ao pedido, o que aumentou ainda mais as críticas. Bill Browder, que lidera a campanha Magnitsky pela justiça, disse: “Há muitas maneiras de ganhar dinheiro, Robbie Williams, mas vender a alma a um ditador não deve ser um deles”.

Além dos direitos humanos, o Reino Unido está em conflito diplomático com a Rússia depois do caso do envenenamento do espião duplo Sergei Skripal. E recebeu a solidariedade de quase 30 países, que expulsaram diplomatas do país.

Antes do espetáculo, Williams disse estar “muito feliz e entusiasmado por voltar à Rússia para um espetáculo tão único. Eu fiz muita coisa na minha carreira, mas abrir a Copa do Mundo da FIFA para 80 mil adeptos no estádio e muitos milhões em todo o mundo é um sonho de infância”, confessou. Até agora, Robbie Williams ainda não explicou o protesto que fez no campo do estádio Luzhnicki.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: mlferreira@observador.pt
Relações Internacionais

A nova economia política /premium

Manuel Villaverde Cabral

A imprensa diz que o FMI foi ultrapassado pelos acontecimentos e já se identificaram os países que poderão vir a estar na linha de mira dos especuladores. A única defesa de Portugal é a União Europeia

Nicolás Maduro

A Venezuela a ferro e fogo /premium

Diana Soller

Maduro tentará impor a sua vontade, agora que se sente verdadeiramente ameaçado. A oposição sentirá que não tem nada a perder. O que pode, efetivamente, degenerar numa guerra civil.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)