Venezuela

Presidente venezuelano reforma gabinete e designa 11 ministros através do Twitter

As alterações no gabinete venezuelano ocorrem depois das eleições presidenciais antecipadas de 20 de maio passado, em que Nicolás Maduro foi reeleito para um novo mandado de seis anos (2019-2025).

MIRAFORES HANDOUT/EPA

Autor
  • Agência Lusa

O Presidente venezuelano, Nicolás Maduro, reformou esta quinta-feira o seu gabinete e designou, através do Twitter, 11 ministros e a presidente da Assembleia Constituinte, Delcy Rodríguez, como nova vice-presidente da República.

Delcy Rodríguez substitui no cargo Tareck El Aissami, que passa a vice-presidente setorial para a Área Económica e também para ministro de Indústrias e Produção Nacional.

As alterações no gabinete ocorrem depois das eleições presidenciais antecipadas de 20 de maio passado, em que Nicolás Maduro foi reeleito para um novo mandato de seis anos (2019-2025) e em pleno congresso do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV, o partido do Governo).

Segundo o divulgado via Twitter, Marleny Contreras, Caryl Bertho, Stella Lugo, Yomana Koteich, Mayerlin Arias, Evelyn Vásquez, vão dirigir os ministérios de Obras Públicas, da Mulher e Igualdade de Género, de Turismo, de Comércio Exterior e Investimento Internacional, de Agricultura Urbana e de Atenção às Águas, respetivamente.

Eduardo Piñate, Dante Rivas, Hipólito Abreu, Heryck Rangel, foram designados ministros de Processo Social do Trabalho, de Pesca e Aquacultura, do Transpote e do Eco-socialismo, respetivamente.

A nova ministra de Obras Públicas, dirigia, desde 2015, o Ministério do Turismo, depois de, entre 2011 e 2015, fazer parte da Comissão Permanente de Finanças e Desenvolvimento Económico do parlamento.

Caryl Bertho foi governadora do Estado venezuelano de Arágua, em 2017, e Eduardo Piñate foi deputado pelo PSUV, entre 2010 e 2015), tendo fundado no ano de 2000 a Força Socialista Bolivariana de Trabalhadores e depois o Sindicato Nacional Força Unitária Magisterial, em 2002.

Yomana Koteich desempenhava o cargo de vice-ministra de Finanças no Ministério de Economia, Finanças e Banca Pública. Em 2016 presidiu ao Banco Agrícola da Venezuela e em 2017 foi vice-ministra de Comercialização Turística.

Por outro lado, Dante Rivas, que em 2012 geriu o Serviço Administrativo de Identificação, Migração e Estrangeiros, em 2013 o Ministério de Ambiente e entre 2014 e 2015 o Ministério do Comércio. Heryck Rangel foi fundador da Juventude do PSUV, em 2008.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)