Rolls-Royce

Rolls-Royce convidou-o para Cars & Cognac? É pena

A Rolls-Royce tem sempre uma forma muito especial (e muito sua) de organizar eventos. A este chamou-lhe Cars & Cognac e convidou uma série de entusiastas para testar o precioso líquido. E os carros.

Há marcas que organizam eventos em que cerveja é a ‘bebida de serviço’. Outras optam pelo vinho, e não faltam mesmo aquelas em que são os cocktails que servem para animar os convivas. Mas não a Rolls-Royce. A refinada marca inglesa, que anuncia os seus carros como os melhores do mundo, tem necessariamente de se fazer acompanhar por um líquido igualmente precioso, pelo que convida os seus fãs e clientes para encontros em que o tema é Cars & Cognac, para a maioria com ênfase no popular (e dispendioso) brandy francês.

O encontro ou gathering, como os da Rolls gostam de lhe chamar – e convenhamos que em inglês dá um toque mais rebuscado à coisa – foi o primeiro do género e teve lugar em Cotswolds, a cerca de hora e meia de Londres, em pleno Oxfordshire. A acolher os muitos convidados estava a Soho Farmhouse, uma antiga propriedade convertida em clube privado, bem ao jeito da Rolls. Para gáudio dos que receberam o convite, e para azar dos que não foram contemplados, os presentes foram desafiados a experimentar os melhores produtos da Courvoisier, marca francesa pertença de japoneses em que até os produtos menos caros (baratos ainda não há) são excelentes. Mas atenção, nada de ter de passar pelo terrível suplício de agarrar na garrafa para se servir. Incumbido dessa árdua tarefa estava um sommelier, especializado em conhaques. Provavelmente, para garantir que os convidados não ficavam com a visão toldada antes de admirar os Rolls-Royce.

Presentes, bem ali ao lado do cognac, estava um descapotável Black Badge Dawn e um segundo Dawn, sendo este um lançamento recente da colecção Adamas. Entre uma espreitadela aos Rolls e um golo no Courvoisier, os participantes tiveram ainda tempo para desfrutar de um jantar tipicamente britânico, o que tendo em conta a (má) reputação culinária dos ingleses, dificilmente terá sido o ponto alto do gathering. Certo é que, por uma questão de segurança, todos regressaram a casa de Rolls, mas conduzidos por um dos chauffeurs da casa.

Participe nos Prémios Auto Observador e habilite-se a ganhar um carro

Vote na segunda edição do concurso dedicado ao automóvel cuja votação é exclusivamente online. Aqui quem decide são os leitores e não um júri de “especialistas” e convidados.

Participe nos Prémios Auto ObservadorVote agora

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: alavrador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)