Marlon James, vencedor do Man Booker Prize com o muito elogiado A Brief History of Seven Killings, vai lançar um novo livro em fevereiro de 2019. Black Leopard, Red Wolf, que será publicado pela Penguin, é o volume inaugural de Dark Star, uma trilogia que é uma espécie de “Guerra dos Tronos africana”, segundo a editora.

Black Leopard, Red Wolf, o primeiro livro do jamaicano desde A Brief History of Seven Killings (publicado em Portugal pela editora Relógio d’Água), editado em 2014, mistura “mito, fantasia e História” para “explorar o que acontece quando um mercenário é contratado para encontrar uma criança desaparecida”. Este mercenário é Tracker, um homem conhecido pelo seu talento como caçador. Contratado para encontrar um “misterioso rapaz, desaparecido há dois anos”, Tracker quebra a sua própria regra de trabalhar sempre sozinho e junta-se a um grupo de mercenários na procura da criança, refere a informação disponível no site da Penguin.

“Enquanto luta pela sobrevivência, Tracker começa a questionar-se: quem é realmente este rapaz? Porque é que está desaparecido há tanto tempo? Porque é que tantas pessoas querem impedir Tracker de o encontrar? E talvez a mais importante de todas as perguntas: quem é que está a dizer a verdade e quem é que está a mentir?”, assinala a editora.

Com 720 páginas, o novo romance de James é maior do que A Brief History of Seven Killings, que lhe valeu o Man Booker Prize em 2015 e o reconhecimento internacional. O livro — que gira em torno da tentativa de assassinato de Bob Marley em 1976, na Jamaica — foi considerado um dos melhores da última década. Já este novo romance é, segundo a Penguin, “uma saga sobre uma aventura empolgante que é também uma leitura ambiciosa e envolvente”. “Supreendente e profundo”, a obra de fantasia “explora a verdade, os limites do poder e a nossa necessidade de perceber ambos”.