As máquinas de lavar automóveis automáticas são tão simples de utilizar que até uma criança o poderia fazer. Compra a ficha, coloca-a no local próprio e avança até a luz ficar vermelha, ou mesmo com STOP a piscar, para os que possam ter dúvidas. Aí, pára o carro e só volta a avançar quando as escovas pararem de vez e a luz verde acender, convidando-o a ir à sua vida, com o carro mais limpo.

Ora esta operação, simples para a maioria dos condutores, pode aparentemente tornar-se uma verdadeira tortura para as mentes mais simples, como este condutor, que não parecia estar familiarizado com a comunicação máquina-homem. Assim, quando acendeu o STOP vermelho a piscar furiosamente, ele entendeu que era a altura ideal para sair dali, e não seriam as enormes escovas rotativas que o iriam impedir. Vai daí, engrena a primeira velocidade e investe diversas vezes contra a máquina.

Curiosamente, enquanto o condutor tentou estragar a máquina, a coisa nem sequer lhe correu muito mal, apesar das escovas se ressentirem dos frequentes empurrões do carro. O problema surgiu quando o condutor, desistindo de abandonar a lavagem pela frente, tentou sair dali em marcha-atrás. Foi aí que a máquina se decidiu vingar – ou, pelo menos, assim parece – deitando-se em cima do veículo do tresloucado condutor, que não só ficou com o carro amassado, como ficou aprisionado lá dentro até a polícia achegar e o obrigar a pagar as reparações do equipamento que destruiu.

https://www.youtube.com/watch?v=JPK6J36Hsow