Rádio Observador

PALOP

Remessas dos emigrantes nos PALOP sobem quase 10% em abril

Segundo o Banco de Portugal, as remessas dos emigrantes nacionais nos PALOP subiram de 21,43 milhões de euros para 23,55 milhões, o que representa uma subida de 9,89%

ENNIO LEANZA/EPA

Autor
  • Agência Lusa

As remessas dos emigrantes portuguese a trabalhar nos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) subiram quase 10% em abril, para 23,5 milhões de euros, contrariando a descida de 2,8% no total das remessas, para 289 milhões.

De acordo com os dados do Banco de Portugal, as remessas dos emigrantes nacionais nos PALOP subiram de 21,43 milhões de euros para 23,55 milhões, o que representa uma subida de 9,89%. Em sentido inverso, as remessas dos africanos lusófonos a trabalhar em Portugal desceram de 3,4 milhões de euros, em abril do ano passado, para 3,2 milhões em abril deste ano, o que revela uma descida de 3,8%.

No total, os estrangeiros a trabalhar em Portugal enviaram para os seus países 42,4 milhões de euros em abril, o que equivale a uma subida de 0,76% face aos 42 milhões que tinham enviado em abril do ano passado.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)