Rádio Observador

Acidente Rodoviário

Seis mortos e dois feridos num acidente na zona da Marateca, em Setúbal. Trânsito no IC1 foi retomado

378

Acidente de viação na Marateca provoca seis mortos e dois feridos graves. A circulação no IC1 esteve interrompida toda a manhã, mas já foi retomada.

António Cotrim/LUSA

Acidente de viação na zona da Marateca, no distrito de Setúbal, envolvendo dois veículos provocou seis mortos, um ferido grave e um ferido ligeiro, confirmou ao Observador fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal. A circulação no IC1 esteve cortada nos dois sentidos e o trânsito está a ser desviado para a A2. A circulação no IC1 esteve interrompida quase toda a manhã, mas já foi retomada.

O acidente envolveu uma carrinha de nove lugares e um carrinha ligeira de mercadorias de matrícula espanhola, próximo da localidade de Vale de Cão, concelho de Palmela, acrescentou o CDOS. Os seis mortos e o ferido ligeiro — mais tarde declarado como ferido grave no hospital — eram os sete ocupantes da carrinha. O ferido grave era o único ocupante do veículo ligeiro de mercadorias.

Segundo a TVI24, os sete ocupantes da carrinha, todos do sexo masculino, seriam funcionários de uma empresa de andaimes que prestava serviço à Repsol em Sines. O comandante da GNR do Destacamento de Trânsito de Setúbal, Antonino Ferreira, no local, acrescentou que um dos ocupantes era de nacionalidade brasileira, mas que ainda não foi possível identificar todas as vítimas. A GNR não confirmou a informação divulgada pela TVI24. Os ocupantes dos veículos teriam entre 20 e 50 anos.

Ambos os feridos foram transportados para o Hospital de Setúbal. Pelas 10h45, os corpos das vítimas mortais já tinham sido retirados do local. O trânsito tinha sido cortado em ambos os sentidos e estava a ser desviado para a A2. Depois da limpeza, a GNR espera abrir a estrada à circulação.

Os dois veículos que circulavam em sentidos opostos colidiram frontalmente. O acidente aconteceu esta manhã, por volta das 6h53, num troço na estrada nacional 5 (N5/IC1), ao quilómetro 34, que liga a Marateca a Alcácer do Sal, confirmou o CDOS. No momento do acidente estava a chover, o que pode ter contribuído para o acidente, mas o comandante da GNR disse ainda ser prematuro avançar quais as causas do acidente. Este local é conhecido por ter alguns acidentes com gravidade, o que se deve tanto às características da via como ao tráfego diário intenso.

Estiveram presentes no local 34 operacionais e 14 veículos, confirmou o CDOS. As entidades que acorreram ao local foram os bombeiros de Alcácer e Águas de Moura, as viaturas médicas de Setúbal e Barreiro e a GNR, com a Brigada de Trânsito, o Núcleo de Investigação Criminal de Acidentes de Viação e o Comando Territorial.

(Artigo atualizado às 12h15)

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: vnovais@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)