Mundial 2018

Marcelo também “eleito para sofrer”. Costa elegeu a trivela de Quaresma o golo “mais bonito do Mundial”

Portugal empatou com o Irão e ficou em 2.º lugar do grupo B do Mundial. Marcelo estava em Belém, Costa na Rússia. Ambos sofreram, mas no final salientaram o bom jogo da seleção.

ANTÓNIO ARAÚJO/LUSA

Marcelo Rebelo de Sousa falou em Belém depois do jogo e considerou que a seleção fez um jogo positivo: “Jogamos bem, é preciso dizer isso porque é justo”, disse à RTP. O presidente da República, tal como todos os portugueses, sofreu “especialmente nos últimos vinte minutos”. E já se está a preparar para sofrer no próximo jogo. “Um presidente da República também foi eleito para sofrer”, rematou.

Sobre o confronto entre dois treinadores portugueses, Marcelo reforçou que “evidentemente estava do lado de um”. Mas alertou: “Eu sou presidente dos portugueses, até do treinador que estava como nosso adversário”.

“Jogo a jogo podemos perfeitamente chegar à final”, disse ainda o chefe de estado português, que acredita que o próximo jogo com o Uruguai vai ser difícil, mas que a seleção deve aproveitar as fragilidades do adversário. Ele que sempre preferiu que Portugal defrontasse o Uruguai e não a Rússia, apesar de muitos lhe dizerem ser “prefrível o contrário”. E que falhou uma promessa aos netos: acabou a ver o jogo em Belém por causa de problemas do trânsito em vez de ir para casa, como tinha combinado.

António Costa: “Hoje demonstrámos que somos uma excelente equipa”

O primeiro-ministro António Costa ficou satisfeito com a passagem de Portugal aos oitavos-de-final do Mundial de futebol, apesar do empate. “Estou muito satisfeito porque passámos aos oitavos, isso é que era o mais importante. A partir de agora é uma final em cada jogo até à última“, disse António Costa à RTP.

Para o primeiro-ministro português, “é uma grande honra ver Portugal jogar com esta qualidade, que demonstrou em particular na primeira parte” do jogo contra a seleção iraniana.

“Cada jogo agora é uma verdadeira final. Hoje demonstrámos que somos uma excelente equipa, consistente, com um jogo bonito e com um golo fabuloso do Quaresma”, apontou Costa.

O primeiro-ministro deu os parabéns ao extremo português e considerou o golo “um dos mais bonitos do Mundial, se não o mais bonito do Mundial. Está taco a taco com aquele livre que fez o 3-3 contra os Estados Unidos”.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)